Avaliação do valor de corte de TSH em amostras de filtro na triagem neonatal para diagnóstico de hipotireoidismo congênito no Programa "Primeiros Passos" - IEDE/RJ

Evaluation of TSH cutoff value in blood-spot samples in neonatal screening for the diagnosis of congenital hypothyroidism in the Programa "Primeiros Passos" - IEDE/RJ

OBJETIVO: Analisar casos de hipotireoidismo congênito (HC) confirmados ou não, triados pelo Programa "Primeiros Passos", estratificando-os em faixas de TSH em filtro (TSH-F). MATERIAIS E MÉTODOS: Estratificar, em faixas de TSH-F em função do TSH em soro (TSH-S), os casos convocados para teste confirmatório de janeiro/2006 a julho/2009. RESULTADOS: Cerca de 37% dos casos confirmados (475) apresentaram TSH-F > 9,5 mUi/L, mas a maioria dos casos confirmados estava nas faixas de TSH-F mais baixas. Entre os casos não confirmados (4.613), a maior parte se encontrava nas faixas mais baixas. Não houve faixa de TSH-F exclusiva dos casos não confirmados. CONCLUSÃO: O valor de corte do TSH-F utilizado é fundamental no diagnóstico do HC e deve ser baixo, mesmo que sejam realizados mais testes confirmatórios. Mais estudos são necessários para determinar o melhor valor de corte de TSH-F para triagem neonatal.

Hipotireoidismo congênito; triagem neonatal; TSH; doenças congênitas


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br