Benefícios da atividade física no perfil lipídico de pacientes com diabetes tipo 1

Benefits of physical activity on the lipid profile of type 1 diabetic subjects

Avaliamos a resposta do perfil lipídico a uma intervenção não-farmacológica de curta duração, e investigamos se alterações nas lipoproteínas estavam presentes, antes da nefropatia diabética (ND) clínica, em 46 pacientes jovens com diabetes tipo 1 (DM1), com idade de 15,5±1,5 anos submetidos a um programa de 8 dias de dieta apropriada e exercícios, durante controle glicêmico estável (glicemia média 110,3±27,1mg/dl e HbA1c 6,9±1,3%). No início, 65% dos jovens apresentavam colesterol total > 160mg/dl (IC 95% 0,51-0,78), enquanto que ao final somente 38% (IC 95% 0,24-0,51) tinham tais níveis. A melhora no perfil lipídico foi ainda melhor para a fração LDL, considerando que inicialmente 67% mostravam valores acima de 100mg/dl (IC 95% 0,55-0,78) e 24% (IC 95% 0,12-0,36) ao final. Valores de HDL-colesterol subnormais (< 40mg/dl) ocorreram em 38% (95% IC 0,24-0,51) e 11% (IC 95% 0,02-0,20) deles, no início e final do período. A razão albumina/creatinina média foi 9,0±8,0mg/g de creatinina. Encontramos fracas correlações entre a razão albumina/creatinina e os níveis de colesterol total (r= 0,21), LDL (r= 0,24), VLDL (r= 0,30), HDL (r= -0,17) e de triglicérides (r= 0,31). Dentro da faixa de referência de albuminúria, não foi encontrada nenhuma associação entre a excreção urinária de albumina e os níveis de lípides nos pacientes com DM1 estável. Um programa de exercícios regulares é eficaz em otimizar o perfil lipídico nestes pacientes, independentemente do controle glicêmico. Nossos dados não apoiam a hipótese de que mudanças no metabolismo lipídico precederiam a microalbuminúria no curso da ND.

Diabetes mellitus tipo 1; Perfil lipídico; Exercício; Excreção urinária de albumina


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br