Polimorfismos nos genes LEPR, PPARG e APM1: associações com ingestão energética e parâmetros metabólicos em crianças em idade precoce

OBJETIVO: Avaliar a associação de polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) em cinco genes: leptina, receptor da leptina (LEPR), adiponectina (APM1), receptor ativado por proliferadores de peroxissomas gama (PPARG) e proteína desacopladora 1 com parâmetros antropométricos, metabólicos e dietéticos em uma coorte sul-brasileira composta por 325 crianças acompanhadas desde o nascimento até os 4 anos. MATERIAIS E MÉTODOS: Os SNPs foram analisados por meio da reação em cadeia da polimerase e sua associação com os fenótipos foi avaliada utilizando teste T, análise de variância e análise fatorial. RESULTADOS: O alelo LEPR223Arg (rs1137101) foi associado a uma maior ingestão energética diária aos 4 anos (P = 0,002; Pcorrigido = 0,024). Os portadores do alelo PPARG12Ala (rs1801282) apresentaram maior glicemia em relação aos homozigotos Pro/Pro (P = 0,007; Pcorrigido = 0,042). CONCLUSÕES: Dois dos seis SNPs estudados apresentaram associações consistentes, mostrando que aos 4 anos de idade já é possível detectar as influências de variantes genéticas sobre a suscetibilidade ao excesso de peso.

Adiponectina; receptor da leptina; PPARG; polimorfismo; ingestão de energia; crianças


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br