Pseudomalabsorção de levotiroxina: relato de um caso

Pseudomalabsorption of levothyroxine: a case report

Uma mulher de 49 anos, em tratamento de hipotireoidismo com levotiroxina, após diagnóstico de tireoidite de Hashimoto e tireoidectomia total para bócio multinodular atóxico, foi avaliada devido a hipotireoidismo persistente apesar do uso de altas doses de levotiroxina (600µg/dia). Clinicamente, a paciente apresentava sinais e sintomas de hipotireoidismo, e os exames laboratoriais mostravam tiroxina livre de 0,20ng/dL; hormônio tireoestimulante de 351µUI/mL; triiodotironina total de 27ng/dL. Foi confirmada a não aderência ao tratamento e considerados os diagnósticos de sindrome de Munchausen e transtorno factício, levando ao quadro de pseudomalabsorção de levotiroxina.

Hipotireoidismo; Pseudomalabsorção de levotiroxina; Transtorno factício; Síndrome de Munchausen


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br