Accessibility / Report Error

Efeitos adversos da reposição de hormônio do crescimento em crianças

A terapia de reposição de hormônio de crescimento (hGH) tem sido amplamente disponível para uso clínico por mais de 50 anos. Inicialmente, em 1958, hGH era obtido de hipófises de cadáveres, mas em 1985 foi relatada a associação entre terapia com hGH e doença de Creutzfeldt-Jakob. No mesmo ano o uso de hGH recombinante (rhGH) foi aprovado. Os efeitos adversos que crianças e adolescentes em terapia de reposição de rhGH podem apresentar incluem erupção cutânea e dor no local da aplicação, febre transitória, ginecomastia pré-puberal, artralgia, edema, hipertensão intracraniana benigna, resistência insulínica, progressão de escoliose e epifisiólise da cabeça do fêmur. Como o GH estimula a multiplicação celular, o desenvolvimento de neoplasias é uma preocupação. Neste artigo, revisaremos os possíveis efeitos adversos do rhGH em cada uma de suas indicações clínicas.

Hormônio do crescimento; efeitos adversos; ginecomastia; hipertensão intracraniana; escoliose; pediatria; baixa estatura


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br