Tendência da mortalidade por diabetes melito em capitais brasileiras, 1980-2007

Trends in mortality of diabetes mellitus patients in Brazilian capitals, 1980-2007

OBJETIVO: Analisar o padrão de mortalidade por diabetes nas capitais brasileiras entre 1980 e 2007. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram calculadas taxas de mortalidade quadrienais e anuais, padronizadas por idade pela população mundial. Modelos de regressão linear foram estimados para análise da tendência nas capitais. RESULTADOS: No primeiro quadriênio, a taxa mais elevada correspondeu a 42,89/100.000 em Aracaju e, no último, a 54,38/100.000 em São Luís. Foram observadas tendências estatisticamente significativas de incremento na maioria das capitais, embora com diferenças regionais. Belo Horizonte foi a única capital a mostrar tendência de declínio. CONCLUSÕES: Uma parte do incremento observado poderia ser atribuída a melhoras no acesso ao diagnóstico e na certificação da causa de morte, porém diferenças regionais na prevalência de fatores de risco e proteção para a doença possivelmente também estão implicadas. A não disponibilidade de série histórica de casos incidentes impossibilita determinar se esses resultados refletem tendências atuais da incidência do diabetes no Brasil.

Diabetes melito; mortalidade; tendências; capitais brasileiras


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br