Expressão da 11beta-Hidroxisteróide desidrogenase tipo 1 no tecido adiposo na síndrome de cushing e na obesidade

Os glicocorticóides (GC) têm papel importante na determinação do metabolismo e da distribuição do tecido adiposo. A 11beta-hidroxisteróide desidrogenase tipo 1 (11betaHSD1) é uma enzima dependente de NADPH, altamente expressa nos tecidos hepático e adiposo. Em muitas células e tecidos intactos, ela funciona como redutase (convertendo cortisona em cortisol). Postula-se que uma desregulação tecido-específica do cortisol estaria envolvida na complexa fisiopatologia da síndrome metabólica (SM) e obesidade. Ratos que super-expressam 11betaHSD1 no tecido adiposo desenvolvem obesidade e todas as características da SM, enquanto ratos knockout para 11betaHSD1 são protegidos. Evidências apontam para uma super-expressão e aumento da atividade 11betaHSD1 também no tecido adiposo humano. Entretanto, a 11betaHSD1 parece ajustar a concentração local de cortisol independente da sua concentração sérica. Na síndrome de Cushing, a expressão da 11betaHSD1 é regulada para baixo, não devendo ser a causa dos depósitos de gordura visceral; em obesos, há também regulação para baixo em resposta à perda de peso. A carbenoxolona, um inibidor não seletivo da 11betaHSD1, melhora a sensibilidade insulínica em humanos e inibidores seletivos aumentam a sensibilidade insulínica hepática e melhoram o controle glicêmico em ratos diabéticos. Assim, a 11betaHSD1 está emergindo como um modulador da compartimentalização de energia e um alvo farmacológico promissor para o tratamento da SM e do diabetes.

11beta-hidroxisteróide desidrogenase tipo 1; Tecido adiposo; Cortisol; Cortisona; Síndrome metabólica; Obesidade; Síndrome de Cushing


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br