Cisto hepático benigno simulando metástase de carcinoma diferenciado de tireoide

Benign hepatic cyst mimicking thyroid carcinoma metastasis

INTRODUÇÃO: Pesquisa de corpo inteiro após dose terapêutica de (131I) NaI (PCI) associada à tireoglobulina (Tg) sérica, anticorpo antitireoglobulina (anti-Tg) e ultrassom (US) cervical representam os métodos de referência para detecção de carcinoma diferenciado de tireoide (CDT) residual ou metastático. Algumas causas de PCI falsos-positivas, como processos inflamatórios, alguns tumores não tireoidianos e até mesmo cistos renais e sebáceos, são bem conhecidas. MÉTODOS: Neste trabalho, descreveu-se um caso de cisto hepático benigno simulando metástase de carcinoma de tireoide em PCI após dose terapêutica de (131I) NaI. RESULTADOS: Ressalta-se a importância do reconhecimento dos cistos hepáticos benignos como fator complicador do seguimento dos pacientes com câncer de tireoide. CONCLUSÕES: Para minimizar erros de diagnóstico e, consequentemente, na condução dos casos de CDT, é necessário conhecer as possíveis causas de PCI falsos-negativas e positivas.

Cisto hepático; pesquisa de corpo inteiro após (131I) NaI; carcinoma tireoidiano


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br