Avaliação da estatura final atingida por pacientes com diabetes melito tipo 1 acompanhados em serviço terciário

Evaluation of the final stature reached by type 1 diabetes mellitus patients followed at an outsourced service

As alterações metabólicas decorrentes do diabetes melito tipo 1 (DM1) podem prejudicar o crescimento e o desenvolvimento. OBJETIVO: Avaliar a estatura final de pacientes com DM1 e a interferência da doença no crescimento. PACIENTES E MÉTODOS: A estatura final de 58 pacientes com DM1 foi avaliada em relação aos dados antropométricos e controle metabólico. RESULTADOS: A idade média foi de 26,4 anos (15,0-51,0) e a duração da doença, de 9,6 anos (1,4-25,0). A estatura final foi 165,1 cm (149,3-183,0) e o z-escore da estatura final foi igual a 0,09 (-1,76-2,85). Num subgrupo (n = 34), foi possível avaliar o controle glicêmico durante a fase de crescimento estatural. A média de hemoglobina glicosilada foi 12,2% (6,8-24,1) e as correlações entre dados antropométricos e controle glicêmico não foram estatisticamente significantes (p > 0,05). CONCLUSÃO: Não houve interferência do DM1 na estatura final, apesar do controle glicêmico inadequado.

Diabetes melito; estatura; hemoglobina glicosilada; índice de massa corporal


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br