Estudo histológico comparativo das lesões ateroscleróticas e alterações microvasculares em membros inferiores amputados de pacientes diabéticos e não-diabéticos

OBJETIVO: Comparar as lesões ateroscleróticas das extremidades de diabéticos e não-diabéticos, estudando a ocorrência de espessamento capilar. MÉTODOS: Examinou-se segmentos arteriais e da derme de 57 membros inferiores amputados de diabéticos (47,3%) e não-diabéticos. Analisou-se a porcentagem de estenose das artérias infra-poplíteas e a classificação histológica da placa. A presença de espessamento capilar foi classificada em quatro categorias. RESULTADOS: Entre os diabéticos 57% (versus 56% dos não-diabéticos) apresentavam estenose maior que 75% da artéria tibial anterior; 78% (versus 68%) da tibial posterior; 58% (versus 50%) da fibular. Houve predominância em ambos de lesões ateroscleróticas do tipo VI. Comparando os grupos, não houve diferença significante na porcentagem de obstrução arterial ou na classificação da placa aterosclerótica. Os diabéticos apresentaram significativamente mais espessamento capilar (63% versus 23%). CONCLUSÕES: Não houve diferença nas características das lesões ateroscleróticas em diabéticos e não-diabéticos. O espessamento capilar foi mais prevalente entre os diabéticos.

Diabetes melito; Aterosclerose; Extremidade inferior; Angiopatias diabéticas; Complicações do diabetes


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br