Evolução do câncer diferenciado de tiroide durante a gestação em um Hospital Universitário de Buenos Aires, Argentina

OBJETIVO: Analisar a apresentação, o seguimento e a evolução do câncer diferenciado da tiroide (CDT) durante a gestação. SUJEITOS E MÉTODOS: Vinte e nove mulheres com CDT detectado durante a gestação foram analisadas. O Grupo I (n = 13) foi atendido durante a gestação e o CDT foi diagnosticado durante a gravidez; a detecção do nódulo aconteceu durante a gestação (primeiro trimestre). O Grupo II (n = 16) foi atendido depois do parto; a detecção do nódulo aconteceu durante a gestação (segundo ou terceiro trimestre). Foram feitos a tiroidectomia, dose de iodo radioativo e tratamento com levotiroxina. Acompanhamento: ultrassom de pescoço; TSH, T4 livre, tiroglobulina, e anticorpos antitiroglobulina com ou sem tratamento com levotiroxina e imagens de corpo inteiro com 131I. Foram analisados o diagnóstico histológico, as metástases em linfonodos, estágio e tamanho do tumor e complicações da gestação e a evolução do CDT. RESULTADOS: Cem por cento das pacientes apresentaram carcinoma papilar da tiroide. Foram detectadas metástases em linfonodos em 13 (44,8%) pacientes e invasão de tecidos extratiroidianos adjacentes em duas pacientes. O tumor foi maior no Grupo II: 22,1 ± 10,9 versus 13,9 ± 3,5 mm; p = 0,03. Não foram observadas diferenças nos estágios dos tumores entre os grupos. Não houve partos prematuros e todos os recém-nascidos estavam saudáveis. Acompanhamento: 5,7 ± 4,3 anos; uma paciente apresentou doença persistente. CONCLUSÕES: O CDT detectado durante a gestação tem evolução favorável. A cirurgia pode ser adiada até o momento pós-parto, a não ser que haja fatores de risco que justifiquem a intervenção durante a gestação.

Gestação; carcinoma papilar da tiroide; nódulo tiróideo


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br