Diagnóstico e tratamento da doença de Paget dos ossos: uma minirrevisão

A doença de Paget dos ossos (PDB) é uma doença progressiva e crônica do metabolismo ósseo que pode passar despercebida por muitos anos. Os endocrinologistas devem ficar alertas aos seus sinais clínicos e diagnosticar e tratar a PDB imediatamente, antes que ela gere complicações irreversíveis, como deformidade, fratura ou sequelas neurológicas. Mais comumente, suspeita-se da PBD após o achado incidental de níveis elevados de fosfatase alcalina no soro, ou anormalidades radiográficas em indivíduos aparentemente saudáveis com mais de 55 anos de idade. Alguns desses indivíduos podem apresentar sintomas, como a dor ou aumento ósseo com temperatura aumentada. Em geral, a avaliação laboratorial básica de metabolismo ósseo, radiografias simples dos ossos afetados e cintilografia óssea são suficientes para corroborar o diagnóstico. O tratamento antirreabsortivo com bifosfonatos é o principal tratamento da PDB sintomática, e o ácido zoledrônico intravenoso passou a ser uma opção de tratamento segura e eficiente, levando à manutenção da remissão e à melhora da qualidade de vida. É extremamente importante, entretanto, garantir níveis adequados de cálcio e vitamina D antes e durante o tratamento para se evitar a hipocalcemia. O benefício de se tratar todos os pacientes assintomáticos não está claro, mas o tratamento é recomendado se a localização da lesão pagética sugerir progressão para fratura, deformidade ou compressão que comprometam a qualidade de vida. Esta minirrevisão concentra-se em importantes aspectos do diagnóstico e tratamento da PDB.

Doença de Paget dos ossos; bifosfonatos; ácido zoledrônico; tratamento antirreabsortivo


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br