Impacto do tratamento do hipotireoidismo subclínico na função cardíaca sistólica e diastólica

OBJETIVO: Avaliar os efeitos da reposição de levotiroxina (L-T4) nos parâmetros ecocardiográficos em mulheres de meia-idade com hipotireoidismo subclínico (HS). SUJEITOS E MÉTODOS: Realizado estudo duplo-cego, controlado com placebo com avaliação dos parâmetros ecocardiográficos no início e um ano após o restabelecimento do eutireoidismo. Trinta e três mulheres foram incluídas em dois grupos (uso de L-T4 ou placebo). RESULTADOS: Os dois grupos tinham características basais similares. Houve uma significativa piora do índice TEI do ventrículo esquerdo no grupo que usou placebo por um ano. Já no grupo em reposição com L-T4 observou-se uma leve melhora desse índice (+0,086 ± 0,092 vs. -0,014 ± 0,012; p = 0,047). Ocorreu também uma leve redução no débito cardíaco e no índice cardíaco com placebo, os quais não diferiram do efeito da reposição de L-T4. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem um impacto positivo com a reposição de L-T4, na função cardíaca de mulheres de meia-idade, com HS.

Hipotireoidismo; tiroxina; ecocardiografia; Doppler; doença cardiovascular


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br