Prevalência do diabetes melito na comunidade nipo-brasileira de Mombuca, Guatapará, SP

OBJETIVO: Estimar prevalências de diabetes melito tipo 2 (DM2) e tolerância à glicose diminuída (TGD) na comunidade de Mombuca, Guatapará, SP, relacionando-as com fatores de risco (FR) para diabetes e doenças cardiovasculares. SUJEITOS E MÉTODOS: Estudo transversal com 131 nipo-brasileiros (69% de 1ª geração), idade > 20 anos, ambos os sexos, com avaliação sociocultural, antropométrica e bioquímica. RESULTADOS: Dos 131 participantes (idade média = 55,1 ± 15,9 anos), a maioria (58,8%) era do sexo feminino. As prevalências de DM2 e TGD foram 13,7% e 14,5%, respectivamente. Em relação aos FR, 76,3% apresentaram dislipidemia, 52,7%, obesidade abdominal (OA), 48,1%, hipertensão arterial (HA) e 42,3%, obesidade geral. CONCLUSÕES: As prevalências de DM2, TGD e FR observadas nos nipo-brasileiros foram superiores aos valores da população adulta de Ribeirão Preto, SP, sugerindo acentuação de situações predisponentes dessas morbidades.

Prevalência; diabetes melito; tolerância à glicose diminuída; nipo-brasileiros; fatores de risco


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br