Análise das alterações cardiovasculares em adultos com deficiência de hormônio de crescimento através da dopplerecocardiografia e do teste de esforço cardiopulmonar

A síndrome de deficiência de hormônio do crescimento (GHD) no adulto está bem estabelecida, assim como os benefícios da terapia com reposição de hormônio de crescimento (GH). Dentre os aspectos mais estudados observam-se as alterações cardiovasculares. Tem sido descrito aumento de mortalidade, maior incidência de aterosclerose e alterações da função cardíaca. Através da análise da função cardíaca sistólica e diastólica pela dopplerecocardiografia e do comportamento no teste de esforço cardiopulmonar, foram avaliadas as alterações cardiovasculares em 26 pacientes com GHD, sendo 4 com deficiêrncia desde a infância (cGHD) e 22 com déficit adquirido na vida adulta (aGHD). Notou-se alteração da função cardíaca diastólica em 2 pacientes (7,7%), sem alterações na função sistólica e em 3 pacientes observou-se redução dos valores de stress sistólico do ventrículo esquerdo. Em 1 paciente havia redução da massa ventricular indexada pela superfície corporal. Na análise do teste de esforço observou-se diminuição (VO2/FC) em 69% dos indivíduos. Conclui-se que adultos com GHD têm capacidade funcional reduzida e disfunção cardíaca sistólica incipiente. A avaliação em repouso pela Dopplerecocardiografia não demonstrou alterações expressivas nesta população.

GH deficiency; Cardiovascular disease; Dopplerechocardiography; Cardiopulmonary effort test


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br