Síndrome metabólica em adolescentes de diferentes estados nutricionais

Metabolic syndrome in adolescents of different nutritional status

OBJETIVO: Verificar a prevalência de síndrome metabólica (SM) em adolescentes de diferentes estados nutricionais. SUJEITOS E MÉTODOS: A amostra constitui-se de 582 adolescentes de 12 a 18 anos de idade. A classificação do estado nutricional por meio do índice de massa corporal (IMC) foi realizada utilizando as tabelas de referência do NCHS. A SM foi diagnosticada se três ou mais fatores de risco estivessem presentes. RESULTADOS: A prevalência geral de SM foi 6,7% (IC: 4,9%-9%); rapazes 9,4%; moças 4,1%. Prevalência de SM de 17,2% (IC: 10%-28,2%) e 37,1% (IC: 23,2-53,7%) foi observada em adolescentes com sobrepeso e obesidade, respectivamente. Todos os adolescentes obesos tinham pelo menos um fator de risco presente e demonstraram elevada razão de prevalência de SM comparados aos adolescentes com peso normal (RP: 11,1; IC: 5,75-21,47). CONCLUSÃO: Alta prevalência de SM foi observada em adolescentes obesos, neste sentido, estratégias de prevenção devem ser concentradas no controle do peso corporal desde o início da adolescência.

Síndrome metabólica; adolescentes; obesidade


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br