Accessibility / Report Error
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, Volume: 46, Issue: 2, Published: 2002
  • O Editor Presta Contas (parte 2): Um Retrospecto do Desempenho Qualitativo dos "Arquivos" em 50 Anos Editoriais

  • Densidade Mineral Óssea e Síndrome de Turner Editoriais

    Lazaretti-Castro, Marise; Verreschi, Ieda T.N.
  • Hirsutism Revisited Revisões

    Spritzer, Poli Mara

    Abstract in Portuguese:

    O hirsutismo é definido como o crescimento excessivo de pêlos terminais na mulher, em áreas anatômicas características de distribuição masculina. Pode manifestar-se como queixa isolada, ou como parte de um quadro clínico mais florido, acompanhado de outros sinais de hiperandrogenismo, distúrbios menstruais e/ou infertilidade ou ainda alterações metabólicas relacionadas com hiperinsulinemia/resistência insulínica. O hirsutismo decorre da ação dos androgênios sobre a pele e depende de vários fatores correlacionados: níveis de androgênios e da SHBG e conseqüente relação hormônio livre/hormônio ligado, grau de sensibilidade cutânea aos androgênios, capacidade de conversão de androgênios em estrogênios e outras interconversões entre esteróides. Pode ser classificado em duas categorias: a) associado a uma hiperprodução glandular de androgênios pelos ovários e/ou suprarrenais ou b) decorrente de uma hiperutilização isolada dos androgênios circulantes pelo folículo pilo-sebáceo, correspondendo ao hirsutismo dito "idiopático". A causa mais freqüente do hirsutismo de origem glandular é a síndrome dos ovários policísticos. A hiperplasia adrenal congênita forma não clássica (HAC-NC) por deficiência da 21-hidroxilase é a causa mais freqüente de hirsutismo de origem adrenal, embora sua prevalência, entre mulheres hirsutas como um todo, seja relativamente baixa. Outras causas menos freqüentes são a síndrome de Cushing e os tumores virilizantes, ovarianos ou adrenais. Neste artigo são enfocados criticamente aspectos da avaliação diagnóstica do hirsutismo e os principios do tratamento com base em sua etiologia. São abordadas as indicações e limitações do uso de diferentes antiandrogênios e outros fármacos relacionados.

    Abstract in English:

    Hirsutism may be defined as the excessive growth of terminal hair in the women, with a male pattern of distribution. The clinical presentation is variable, with the presence of other signs of hyperandrogenism like menstrual irregularities and/or infertility, metabolic disturbances associated to hyperinsulinemia/ insulin resistance or presenting only an isolated hirsutism with ovulatory cycles. Hirsutism is an androgen-dependent event and is related to other factors like SHBG and free steroids levels, cutaneous responsivity to androgens and interconversions between androgens and estrogens. It is usually classified in two categories: a) associated to an increase on androgen glandular secretion (ovarian and/or adrenal) or, b) consequent to an exaggerated cutaneous androgen response, namely idiopathic hirsutism. Polycystic ovary syndrome is the more prevalent cause of hirsutism. Non-classical congenital adrenal hyperplasia is more frequent among adrenal diseases inducing hirsutism. Other causes are Cushing syndrome and ovarian and adrenal androgen-producing neoplasias. In the present paper, diagnostic evaluation of hirsutism and the main topics of treatment are critically commented. Indications and limitations of antiandrogens and other related drugs are also described.
  • Treating Diabetes and Hypertension in the Obese Patient Revisões

    Faria, Alessandra N.; Zanella, Maria Teresa; Kohlman, Oswaldo; Ribeiro, Artur B.

    Abstract in Portuguese:

    A obesidade é um fator de risco independente para doença coronariana. A resistência à insulina associada à obesidade contribui para o desenvolvimento de dislipidemia, hipertensão arterial e diabetes tipo 2. A coexistência de hipertensão e diabetes aumenta o risco para complicações micro e macrovasculares, predispondo os indivíduos à insuficiência cardíaca congestiva, doença coronariana e cerebrovascular, insuficiência arterial periférica, nefropatia e retinopatia. Em pacientes diabéticos obesos a redução do peso, bem como o uso de metiformina, melhoram a sensibilidade à insulina, o controle da glicemia e da pressão arterial. O tratamento anti-hipertensivo em diabéticos reduz a mortalidade cardiovascular e retarda o declínio da função glomerular. Deve-se considerar os efeitos dos agentes anti-hipertensivos sobre a sensibilidade à insulina e o perfil lipídico. Diuréticos e b-bloqueadores podem reduzir a sensibilidade à insulina, enquanto bloqueadores de canais de cálcio são metabolicamente neutros e os iECA aumentam a sensibilidade à insulina, além de conferir proteção adicional cardiovascular e renal para diabéticos. O bloqueio da angiotensina II tem mostrado benefícios semelhantes.

    Abstract in English:

    Obesity is an independent risk factor for coronary heart disease and it is associated with insulin resistance, which contributes to the development of dyslipidemia, hypertension, and type 2 diabetes. The coexistence of hypertension and diabetes increases the risk for macrovascular and microvascular complications, predisposing patients to congestive heart failure, coronary heart disease, cerebral and peripheral vascular diseases, nephropathy, and retinopathy. In obese diabetic patients, body weight reduction, as well as metiformin therapy, increase insulin sensitivity and enhance blood pressure and glicemic control. Antihypertensive treatment in diabetic patients decreases cardiovascular mortality and delays the decline of the glomerular function. Pharmacological treatment should consider the effects of the antihypertensive agents on insulin sensitivity and lipid profile. Diuretics and b-blockers are reported to reduce insulin sensitivity, whereas calcium channel blockers are metabolically neutral and ACE inhibitors increase insulin sensitivity and confer additional renal and vascular protection to diabetic patients. Angiotensin II antagonists has shown similar effects.
  • Bone Mineral Density: Cross-sectional Study in Turner Syndrome Artigos Originais

    Costa, Aline M.G.; Lemos-Marini, Sofia H.V.; Baptista, Maria T.M.; Santos, Allan O.; Morcillo, André M.; Maciel-Guerra, Andréa T.; Guerra Jr., Gil

    Abstract in Portuguese:

    A síndrome de Turner (ST) caracteriza-se pela perda parcial ou total de um dos cromossomos X, hipogonadismo hipergonadotrófico e baixa estatura. A maioria dos estudos de densidade mineral óssea (DMO) em ST atribuem a osteoporose à ausência do desenvolvimento puberal e ao hipoestrogenismo, enquanto o envolvimento das alterações ósseas intrínsecas à ST permanece obscuro. O objetivo deste estudo foi verificar a associação entre a DMO com as variáveis como idade cronológica e óssea, peso, altura, cariótipo, doenças associadas e reposição estrogênica em pacientes com ST. Realizou-se um estudo transversal da DMO areal de L2-L4 por DEXA em 34 pacientes com diagnóstico citogenético de ST. Encontrou-se diferença estatística em relação à idade (as pacientes com z DMO < -2,5 eram as de idade mais avançada), à altura (as pacientes com z DMO < -2,5 eram as mais altas) e a reposição estrogênica (o z DMO foi menor nas pacientes que necessitaram de reposição hormonal). Sugere-se, portanto, que a idade e a reposição estrogênica podem ser fatores associados à baixa DMO na ST.

    Abstract in English:

    Total or partial X chromosome loss, hypergonadotrophic hypogonadism and short stature characterize Turner syndrome (TS). Delayed puberty and hypoestrogenism are the determinant factors of osteoporosis in TS, and the compromise of intrinsic bone defect is yet obscure. The aim of this study was to evaluate the association between bone mineral density (BMD) and chronological and bone age, weight, height, karyotype, associated diseases, bone age and estrogen therapy in TS patients. We performed a transversal study with areal BMD of L2-L4 with DEXA in 34 patients with cytogenetic diagnosis of TS. Statistical differences were present concerning age and height, since TS patients with z BMD <2.5 were older and taller. The z BMD analysis revealed lower values in patients who needed estrogen therapy. These results suggest that in patients with TS, age and estrogen therapy could be associated with low BMD.
  • Hashimoto's Thyroiditis in Children and Adolescents: Retrospective Study of 43 Cases Artigos Originais

    Szeliga, Daniela V. Marques; Setian, Nuvarte; Passos, Leonardo; Lima, Thaís M. Ribeiro de; Kuperman, Hilton; Della Manna, Thais; Damiani, Durval; Dichtchekenian, Vaê

    Abstract in Portuguese:

    A tireoidite de Hashimoto (TH) é uma doença auto-imune considerada a principal causa de bócio e hipotireoidismo adquirido em crianças e adolescentes em áreas não endêmicas. Este estudo avaliou retrospectivamente 43 pacientes entre 1,1 e 17,6 anos com TH, 36 do sexo feminino e 7 do sexo masculino (proporção 5:1). Destes, 81% apresentavam bócio. Na avaliação inicial 37% dos pacientes eram eutireóideos (n=16), 28% apresentavam hipotireoidismo compensado (n=12), 26% hipotireoidismo descompensado (n=11) e 9% eram hipertireóideos (n=4). Anticorpo anti-tireoperoxidase esteve positivo em 75% dos casos e anti-tireoglobulina em 68%. Todos os pacientes com hipotireoidismo foram tratados com reposição de tiroxina. Apenas 3 pacientes entraram em remissão após o término da puberdade sugerindo que a evolução para remissão deve ser considerada e avaliada também após esta fase e periodicamente.

    Abstract in English:

    Hashimoto's thyroiditis (HT) is the autoimmune disorder considered the main etiology of goiter and acquired hypothyroidism among children and adolescents in non-endemic areas. This study evaluated retrospectively 43 patients aged 1.1 to 17.6 years with HT, 36 female and 7 male (proportion 5:1). Goiter was present in 81% of these patients. At the first appointment 37% of the patients were in euthyroid state (n=16), 28% in subclinical hypothyroid state (n=12), 26% in clinical hypothyroid state (n=11) and 9% in hyperthyroid state (n=4). Anti-thyroperoxidase antibody was positive in 75% of these patients and anti-thyroglobulin antibody in 68%. All hypothyroid patients were treated with thyroid hormone replacement. Only 3 patients entered in remission after puberty suggesting the importance of a periodic evaluation.
  • Ultrasonography in the Evaluation of Thyroid Nodular Disease: Experience of a Multidisciplinary Group Artigos Originais

    Fonseca, Bernardo L.C.; Ferreira, Jader B.; Ribeiro, Carlos A.; Cioffi, Antônio Carlos; Gabriel, Antônio V.; Câmara, Luiz Antônio Sette e; Abi-Ackel, Mariza M.; Reis, Marco A.A.; Coronho, Victor; Lacerda, Marcos A.; Valle, Sânzio T.; Rezende, Marta O.; Carvalho, José Ronaldo

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho foi correlacionar as características ecográficas dos nódulos tireóideos aos achados citológicos, para determinar a importância da ultra-sonografia na doença nodular da tireóide. Foram realizadas punções aspirativas por agulha fina orientadas por ultra-som, após avaliação e classificação ecográfica de 436 nódulos. Obteve-se celularidade adequada para análise em 401 nódulos (92%), procedendo-se à correlação ecográfico/citológica. A classificação utilizada permitiu distribuir as características ecográficas de acordo com o risco de malignidade, identificando nódulos Grau III císticos com foco sólido (citologia positiva em 23,8%) e sólidos hipoecóicos (40%) como suspeitos e os Grau IV (95,2%) como altamente suspeitos. Os nódulos Grau II sólidos iso e hiperecóicos (5%) e mistos (1,9%), em acordo com a literatura, foram considerados provavelmente benignos. O ultra-som forneceu auxílio importante à avaliação clínica e determinação da conduta a ser tomada, devendo fazer parte dos protocolos para avaliação inicial e acompanhamento da doença nodular da tireóide.

    Abstract in English:

    The goal of this work is to determine the role of ultrasonography in the evaluation of thyroid nodules correlating its echographic characteristics to cytological findings. Ultrasound-guided fine-needle aspiration biopsies were performed after echographic evaluation and classification of 436 nodules. Adequate samples for analysis were obtained in 401 nodules (92%), and echographic/cytological correlation was assessed. The echographic classification allows, through the different characteristics of the thyroid nodules, identifying cystic nodules with solid projections (positive cytology in 23,8%) and solid hipoechoic (40%) considered suspicious (Grade III) and highly suspicious (Grade IV - 95,2%) for malignancy. Iso and hyperechoic solid nodules (5%) and mixed nodules (1,9%) classified as Grade II, in agreement with the literature, are considered to be probably benign. Thyroid ultrasound proved to be an important aid to clinical evaluation and management; and should therefore be part of the initial evaluation and follow up of thyroid nodules.
  • Pituitary-Adrenal Response to Corticotropin Releasing Hormone Stimulation in Hospitalized Children Artigos Originais

    Cunha, Cristiane F.; Silva, Ivani N.

    Abstract in Portuguese:

    O conhecimento da função do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal (HHA), responsável pela coordenação da resposta ao estresse, em crianças internadas, permite melhor compreensão da resposta neuroendócrina durante o período de internação e doença. Com o objetivo de avaliar essa resposta, estudamos 11 crianças internadas com doenças não-endócrinas e idade média de 5,4 ± 3,3 anos. O teste de estímulo com o hormônio liberador da corticotrofina ovino (CRH; 1 µg/kg IV) foi efetuado às 8:00hs, com dosagens sanguíneas de ACTH e de cortisol basais e 30, 60 e 90 min após o estímulo. Nenhum efeito adverso relacionado ao uso do CRH foi observado. As concentrações basais do ACTH e cortisol estavam elevadas em, respectivamente, 3 e 4 crianças, refletindo provavelmente a resposta do eixo HHA ao estresse. A concentração plasmática basal média do ACTH foi 9,9 ± 8,0 pmol/l e sua concentração máxima média foi 15,1 ± 11,9 pmol/l. Não houve diferença significativa entre as concentrações basais e máximas. A concentração sérica basal média do cortisol foi 725,6 ± 264,9 nmol/dl; a concentração máxima média foi significativamente mais elevada: 1095,3 ± 479,9 nmol/dl (p <0,05). O pico do ACTH precedeu o do cortisol. A ampla variação interindividual observada sugere que a interferência dos fatores individuais e relacionados ao procedimento deva ser considerada para a correta interpretação dos resultados do teste de estímulo com o CRH.

    Abstract in English:

    Hospitalization and sickness are known as possible interference factors on the neuroendocrine (pituitary-adrenal) response to stimulation tests. To evaluate this response, we studied 11 hospitalized children (mean age: 5.4 ± 3.3 years). The stimuluation test using ovine corticotropin-releasing hormone (CRH; 1 ±g/kg) was performed at 8:00 am. Blood samples were collected at 0, 30, 60, and 90 min after CRH injection, to measure ACTH and cortisol. No adverse effect related to the use of CRH was observed. Basal levels of ACTH and cortisol were high in 3 and 4 children, respectively, probably reflecting the response of HPA axis to stress. The mean basal level of ACTH was 9.9 ± 8.0 pmol/l and its mean maximum concentration was 15.1 ± 11.9 pmol/l (p>0.05). There was no significant difference between the basal and maximun levels. The mean basal level of cortisol was 725.6 ± 264.9 nmol/dl and its mean maximum concentration was significantly higher: 1095.3 ± 479.9 nmol/dl (p<0.05). ACTH peak level preceeded the cortisol peak level. Thus, a large interindividual variation was observed, suggesting that the interference of individual factors and those related to the procedure should be considered in the correct interpretation of the results for the CRH stimulation test.
  • Development and Validation of an Immunofluorometric Assay for Serum Thyroid Anti-Peroxydase Antibodies Artigos Originais

    Kasamatsu, Teresa S.; Maciel, Rui M.B.; Vieira, José Gilberto H.

    Abstract in Portuguese:

    Desenvolvemos um ensaio onde TPO altamente purificada, obtida a partir de tecido humano, é adsorvida em poços de placas de microtitulação; após incubação com os soros a serem estudados, a revelação da presença de anticorpos específicos é feita com o emprego de anticorpo monoclonal anti-IgG humana marcado com európio. A sensibilidade do teste é da ordem de 0,6U/mL, e as características de reprodutibilidade bastante aceitáveis. Foram analisadas amostras de soro de 188 indivíduos normais de ambos os sexos (74 com >65 anos), de 54 pacientes com doença de Graves (DG) e de 13 com tiroidite de Hashimoto (TH). O método foi comparado, com base em 97 amostras, com um RIE comercial, encontrando-se alta concordância com índice kappa de 0,959. O estudo do valor de corte para definir a presença de anticorpos anti-TPO em níveis significativos baseou-se na curva ROC, e foi fixado em 10U/mL. A freqüência de anti-TPO positivo na população normal foi de 9,6% em indivíduos até 64 anos e de 16,5% nos com >65 anos; nos pacientes com DG 85,2% apresentaram anti-TPO positivo, sendo 100% nos pacientes com TH. O ensaio descrito mostrou-se sensível e específico e de fácil execução para a detecção de autoanticorpos contra a peroxidase tiroidiana presentes na maioria dos indivíduos com doença auto-imune tiroidiana.

    Abstract in English:

    We developed an assay in which highly purified human TPO is adsorbed to microtiter plate wells; after incubation with the study serum samples, presence of specific antibodies is revealed by a monoclonal europium-labeled antibody against human IgG. The sensitivity of the test is 0.6U/mL, and the reproducibility quite acceptable. We analyzed serum samples from: 188 normal subjects of both sexes, 74 of whom >65 years of age; 54 patients with Graves' disease (GD) and 13 with Hashimoto thyroiditis (HT). Based on 97 routine samples, the method was compared to a commercial RIA, and a high concordance was found, with a kappa index of 0.959. The definition of a cut-off value for the presence of anti-TPO antibodies was based on a ROC curve and was set at 10U/mL. Positive anti-TPO values were found in 9.6% of the normal subjects up to 64 years of age, and in 16.5% of those >65 years. Patients with GD presented 85.2% of positivity, and those with HT showed 100% positivity. Thus, we described a sensitive and specific easy to perform assay, for detection of autoantibodies against thyroid peroxidase in patients with thyroid autoimmune diseases.
  • Análise Retrospectiva dos Pés de Pacientes Diabéticos do Ambulatório de Diabetes da Santa Casa de Belo Horizonte, MG Artigos Originais

    Calsolari, Maria Regina; Castro, Rodrigo F. de; Maia, Renata M.; Maia, Flávia C.P.; Castro, Adriana V. de; Reis, Rosalvo; Ferreira, Antônio R.; De Marco, Luiz; Purisch, Saulo

    Abstract in Portuguese:

    O pé diabético é uma das complicações mais comuns do diabetes, causando uma queda significativa da qualidade de vida dos pacientes vulneráveis, além de seu elevado custo econômico. No presente trabalho, analisamos, retrospectivamente, 234 pacientes diabéticos no ambulatório de pé diabético, através de exames clínico-laboratoriais e avaliação dos pés utilizando o monofilamento de 10g Semmes Weinstein, martelo neurológico básico, doppler vascular e pedígrafo. Os pacientes foram catalogados quanto à idade, sexo e duração do diabetes sendo que a média foi de 10 anos de doença. Observamos que, inicialmente, mais de 30% dos pacientes apresentavam perda da sensibilidade protetora, calosidades e lesões dermatológicas, todas fatores de risco para o desenvolvimento de úlcera de pé. Notou-se ainda a desinformação sobre a doença. Em resumo, os dados do trabalho mostram uma grande prevalência de alterações e os autores alertam para a importância do atendimento enfocando os pés dos pacientes visando uma assistência global e preventiva para evitar complicações futuras.

    Abstract in English:

    The diabetic foot is one of the commonest complications of diabetes, causing significant lowering of the quality of life of vulnerable patients and leading to drain in health resources. In the present work, we retrospectively studied 234 diabetic patients referred to the diabetic foot clinic. Clinical and laboratory tests and evaluation of foot using the 10g Semmes-Weinstein monofilament, basic neurologic hammer, vascular Doppler scan and plantar foot pressure were examined. Patients were sorted according to age, sex and duration of diabetes with mean disease duration of 10 years. We found that at the very first examination, more than 30% of the patients presented with reduced protective sensation, callosities and dermatological lesions, all of them known risk factors for the development of foot ulcer. It was also noted a lack of understanding of the disease by the patients. In summary, our results demonstrate a high prevalence of alterations and the authors draw the attention to the clinical assessment, focusing the patient's foot, in order to prevent future complications.
  • Pancreas and Pancreatic Islet Cell Transplantation: a Nephrologist's Viewpoint Perspectivas

    Delfino, Vinicius D.A.; Mocelin, Altair J.

    Abstract in Portuguese:

    Os autores, após dimensionarem o problema do diabetes mellitus e da nefropatia diabética no Brasil e no mundo, fazem uma revisão, sob a ótica do nefrologista, sobre transplante de pâncreas e de ilhotas pancreáticas, centrada nos riscos e benefícios do transplante combinado de pâncreas e rim (TCPR) para o diabético urêmico. No texto é ressaltada a importância da colaboração entre o endocrinologista e o nefrologista para melhorar a sobrevida dos diabéticos com nefropatia e para uma definição local sobre a viabilidade e validade do estabelecimento de um programa de TCPR.

    Abstract in English:

    The authors after presenting the magnitude of the problem of diabetes mellitus and diabetic nephropathy in Brazil and in the world made a review upon the point of view of the nephrologist about pancreas and pancreatic islet transplantation centered on the risks and benefits of the simultaneous pancreatic kidney transplantation (SPKT) for the diabetic with end-stage renal failure. In the paper it is stressed the importance of the interaction between the endocrinologist and the nephrologist for improving the survival of the diabetic patient with nephropathy and for a local definition about the viability and validity of establishing a SPKT program.
  • The MODY Type of Diabetes Mellitus Perspectivas

    Oliveira, Carolina S.V.; Furuzawa, Gilberto K.; Reis, André F.

    Abstract in Portuguese:

    Estima-se que perto de 5% dos indivíduos classificados como portadores de diabetes mellitus (DM) tipo 2 e 10% daqueles considerados como tipo 1 (anteriormente classificado como juvenil) sejam, na verdade, portadores de mutações MODY. Nesta forma de DM ocorre uma co-segregação evidente de algumas mutações com a hiperglicemia, fato este reproduzido em inúmeras famílias estudadas em várias populações do mundo. Caracteriza-se por ser uma das poucas causas de DM cujo modo de transmissão da predisposição genética ocorre de uma forma autossômica-dominante, compondo o grupo chamado de DM monogênicos, onde os outros representantes têm uma prevalência bastante rara. As mutações nos genes MODY, mesmo no estado heterozigoto, apresentam um forte impacto no fenótipo (alta penetrância), sendo que 95% dos indivíduos nascidos com alguma mutação MODY serão diabéticos ou apresentarão alterações no âmbito do metabolismo glicídico antes dos 55 anos de idade. Este trabalho objetiva a discussão desta forma de DM, enfatizando suas características clínicas e genéticas mais relevantes. A pesquisa sistemática de mutações MODY começa a ser feita de forma rotineira em vários países, havendo uma tendência de se colocar este recurso diagnóstico como um exame na prática da diabetologia.

    Abstract in English:

    It is estimated that close to 5% of the individuals classified as having type 2 diabetes mellitus (DM) and about 10% of those considered type 1 DM (previously categorized as juvenile type) are actual carriers of a MODY mutation. In this form of DM, there is evident co-segregation of some mutations and the advent of hyperglycemia, this fact having been reproduced by the study of several families of different populations. Its main characteristic is being one of the few causes of DM in which the transmission of the genetic susceptibility is due to an autossomical dominant inheritance, making part of the group classified as monogenic DM, where the other members are very rare. Mutations occurring in MODY genes, even in the heterozygous form, lead to a profound phenotypic impact (high penetrance), in that 95% of the individual carriers of a MODY mutation will be diabetic or will have altered glicemic metabolism before the age of 55 years. In this paper we approach this form of DM, emphasizing its most relevant clinical and genetic characteristics. The systematic search for MODY mutations is beginning to take place regularly in many countries, and there is a tendency to add this diagnostic tool to the routine exams in the practice of diabetology.
  • Hypothalamic-Pituitary-Adrenal Suppression and Risk of Secondary Adrenal Insufficiency Due to Use of Nasal Dexamethasone Apresentação De Casos

    Lima, Josivan G.; Nóbrega, Lúcia H.C.; Nóbrega, Maria L.C.; Rodrigues Jr., Anilton B.; Pereira, Alane F.F.

    Abstract in Portuguese:

    O uso de corticosteróides é um importante fator no desenvolvimento de insuficiência adrenal secundária, não sendo a via nasal considerada por muitos autores como capaz de causar esta doença. A rinite alérgica é uma condição muito comum na qual é utilizado corticosteróide nasal sem o associar aos possíveis efeitos sistêmicos. Os autores descrevem dois casos de insuficiência adrenal secundária devido ao uso de dexametasona nasal. Alguns aspectos desta condição são discutidos.

    Abstract in English:

    Corticosteroid use is an important cause of secondary adrenal insufficiency and some authors do not consider nasal use as able to cause it. Rhinitis is a usual disease and corticosteroid has been used with good results, with no association to its possible systemic effects. The authors report two cases of secondary adrenal insufficiency caused by nasal dexamethasone. Some aspects of this peculiar condition are discussed.
  • Pseudo-precocious Puberty Due to a Juvenile Granulosa Cell Tumor Apresentação De Casos

    Borges, Maria de Fátima; Lima, Marcus Aurelho de; Murta, Eddie Fernando C.; Dias, Débora Isis; Fonseca, Elvi Rojas; Ferreira, Beatriz Pires

    Abstract in Portuguese:

    Descrevemos um caso de tumor ovariano das células da granulosa cuja manifestação inicial foi puberdade precoce isossexual, em criança de 7 anos e 4 meses, de evolução progressiva e rápida, associada a massa hipogástrica palpável. A avaliação hormonal demonstrou estradiol: 296pg/ml; 17alfaOH-progesterona: 20ng/ml; S-DHEA: 27µg/dl; betahCG: 0,66mUI/ml; testosterona: 120ng/dl; progesterona: 3,4ng/ml; LH: 0,5mUI/ml; e FSH: 0,01mUI/ml e não responsivos ao estímulo com o GnRH, (Relisorm®: 100µg iv). Exames de imagem confirmaram massa tumoral em ovário esquerdo. A paciente foi submetida à salpingo-ooforectomia esquerda com retirada completa do tumor que pesou 656g e mediu 14,5 x 10,0 x 7,0cm, restrito ao ovário e cujo exame histopatológico demonstrou tumor de células da granulosa juvenil. Durante a cirurgia amostras sangüíneas foram obtidas da veia ovariana ipsilateral ao tumor e as concentrações de esteróides foram estudadas. Níveis elevados de estradiol (969pg/ml), progesterona (15,8ng/ml), 17alfaOH-progesterona (34ng/ml) e testosterona (158ng/dl) foram encontrados. No pós-operatório observou-se rápida regressão das mamas, dos pêlos pubianos, com normalização das concentrações hormonais. Durante o seguimento, a paciente apresentou desenvolvimento puberal normal, e não há sinais de reincidência do tumor.

    Abstract in English:

    We report a case of juvenile granulosa cell tumor of the ovary in a 7.4 years old girl, who presented isosexual pseudo-precocious puberty of progressive outcome and palpable hypogastric mass. Hormonal measurements showed: oestradiol: 296pg/ml; 17-alpha-OH-progesterone: 20ng/ml; DHEAS: 27µg/dl; betahCG: 0.66mIU/ml; testosterone: 120ng/dl; progesterone: 3.4ng/ml; LH: 0.5mIU/ml; and FSH: 0.01mIU/ml not responsive to GnRH test (Relisorm®: 100µg iv). Abdominal images confirmed left ovarian mass. Unilateral salpingo-oophorectomy was performed with complete resection of a 656g and 14.5 x 10 x 7cm tumor restricted to the left ovary. The histologic analysis revealed a juvenile granulosa cell tumor. During the surgery blood from left ovary vein was obtained and steroids concentration were analyzed. Elevated levels of oestradiol (969pg/ml), progesterone (15.8ng/ml), 17-alpha-OH-progesterone (34ng/ml) and testosterone (158ng/dl) were found. Few days after the surgery, rapid regression of breast and pubic hair was observed, with return of steroid concentrations to the normal pre-pubertal levels. During 9 years of follow-up, normal pubertal development happened at an expected age, and no signs of tumor relapse were found.
  • Precocious Puberty Secondary to Primary Hypothyroidism: A Case Report Apresentação De Casos

    Queiroz, Janaina L.; Drumond, Luciana S.; Castro, Rodrigo F.

    Abstract in Portuguese:

    Na criança, o hipotireoidismo é uma das causas raras de puberdade precoce. Relatamos o caso de uma criança que desenvolveu puberdade incompleta (sem ativação do eixo hipotálamo-hipofisário, demonstrada por resposta negativa ao teste de estímulo com LH-RH), hiperprolactinemia e redução da velocidade de crescimento conseqüentes ao hipotireoidismo primário. O tratamento da doença tireoidiana com levotiroxina sódica levou a regressão do desenvolvimento puberal e retomada do crescimento.

    Abstract in English:

    In children, hypothyroidism is a rare cause of precocious puberty. We report the case of a child with incomplete precocious puberty (no activation of the hypothalamus-pituitary axis demonstrated by a negative LH-RH stimulation test), hyperprolactinemia and reduction of growth velocity as a consequence of primary hypothyroidism. Treatment of the thyroid disease led to regression of the pubertal development and resumption of growth.
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br