• Epidemiologia do câncer da tiróide no Brasil: apontando direções na política de saúde do país Editoriais

    Ward, Laura S.
  • Deficiência de hormônio de crescimento: até onde confiar em testes de estímulo? Editoriais

    Damiani, Durval
  • Intervenções na prevenção do diabetes mellitus tipo 2: é viável um programa populacional em nosso meio? Revisões

    Ferreira, Sandra R.G.; Almeida, Bianca de; Siqueira, Antonela F.A.; Khawali, Cristina

    Abstract in Portuguese:

    A crescente prevalência de diabetes mellitus (DM) em países em desenvolvimento, associada à facilidade de se identificar indivíduos de alto risco para a doença, tornam interessante a idéia de se introduzir medidas que visem à prevenção da doença. Vários estudos comprovam os benefícios de mudanças no estilo de vida em prevenir ou retardar a progressão da tolerância à glicose diminuída para o DM. A revisão destes estudos mostra que é possível reduzir em 50 a 60% a incidência de DM intervindo-se no estilo de vida destes indivíduos, resultado superior ao obtido naqueles que, até o momento, utilizaram medidas farmacológicas com o mesmo objetivo. Apesar da eficácia destas simples medidas de prevenção por meio de mudanças no estilo de vida, estas são de difícil aderência e implementação em comunidades. Em nosso meio, são necessários estudos para avaliar as dificuldades de se implantar um programa nacional de prevenção de DM e outras doenças relacionadas ao estilo de vida em brasileiros de alto risco.

    Abstract in English:

    Considering the increasing prevalence of diabetes mellitus (DM) in underdeveloped countries as well as the simplicity of identifying individuals at high risk for such disease, implementation of intervention measures for its prevention is of great interest. Several studies have confirmed the benefits of lifestyle changes in preventing or postponig the progression from impaired glucose tolerance to DM. The review of these studies showed a 50% to 60% reduction in the incidence of DM by means of lifestyle modifications. Such results are better than those reported in studies in which pharmacological interventions were used with the same purpose. Despite the efficacy of lifestyle changes for the prevention of DM, compliance may represent a limitation to be implemented in communities. In our country, studies are necessary to assess the barriers for the implementation of a population-based program for the prevention of DM and other lifestyle related diseases in high-risk Brazilian subjects.
  • Papel da dieta como fator de risco e progressão da nefropatia diabética Revisões

    Mello, Vanessa D.F. de; Azevedo, Mirela J. de; Zelmanovitz, Themis; Gross, Jorge L.

    Abstract in Portuguese:

    A nefropatia diabética (ND) acomete até 40% dos pacientes com diabetes melito (DM) tipo 1 e tipo 2, sendo a principal causa de insuficiênca renal crônica naqueles pacientes que ingressam em programa de tratamento de substituição renal. A dieta parece ter um papel importante no desenvolvimento da doença. Existem evidências de que não apenas a quantidade mas o tipo de proteína ingerida também está associado à ND. Poucos estudos analisaram o papel dos lipídeos da dieta na ND. Dietas hipoprotéicas têm sido úteis em modificar de forma favorável a evolução da ND, desacelerando a perda de função renal em pacientes DM tipo 1 e ND. Existem poucos estudos em pacientes com DM tipo 2, porém estudos a curto prazo sugerem que esta dieta reduz a albuminúria. Entretanto, o seu uso a longo prazo é comprometido pela dificuldade de aderência à restrição protéica e pela sua segurança nutricional não estar ainda estabelecida. Resultados promissores são observados quando comparadas diferentes fontes de ingestão de proteína animal sobre a função renal e perfil lipídico sérico de pacientes com ND, podendo estas intervenções representar uma alternativa à dieta hipoprotéica no manejo dietoterápico nestes pacientes, ao atuar sobre os fatores de risco cardiovasculares e na função endotelial.

    Abstract in English:

    Diabetic nephropathy (DN) is the leading cause of kidney disease in patients starting renal replacement therapy, and affects up to 40% of type 1 and type 2 diabetic patients. Diet seems to play an important role in the development of the disease. There are evidences supporting the concept that not only the amount but also the origin of dietary protein are associated with DN. Few studies analyzed the role of dietary lipids. A low-protein diet slows down the decline of renal function and ameliorates the DN prognosis and death in patients with type 1 diabetes with micro- and macroalbuminuria. Studies in type 2 diabetic patients are scanty but short-term studies suggest that this approach decreases albuminuria. However, the use of low-protein diet for long periods is compromised by poor compliance and its long-term safety is not firmly established. Enthusiastic results come up when comparing the effect of different sources of animal protein on renal function and lipid profile in patients with DN, which may represent an alternative strategy for low-protein diet on medical nutritional therapy in patients with DN and in cardiovascular risk factors and endothelial function.
  • Papel da vitamina D na função neuro-muscular Revisões

    Pedrosa, Márcia A. Carneiro; Castro, Marise Lazaretti

    Abstract in Portuguese:

    A vitamina D, através de suas ações no intestino, rim, osso e glândulas paratiróides, é um hormônio fundamental para a homeostase do cálcio e para o desenvolvimento de um esqueleto saudável. Além disso, receptores deste hormônio podem ser encontrados em quase todos os tecidos do organismo e outras ações não relacionadas ao metabolismo mineral têm sido imputadas a ele. Na célula muscular esquelética, a vitamina D atua através do mecanismo clássico de ligação a um receptor nuclear e também através da ligação a um receptor de membrana, realizando ações que envolvem o transporte de cálcio, a síntese protéica e a velocidade de contração muscular. Clinicamente, a deficiência de vitamina D, que é bastante comum em idosos, inclusive em nosso país, tem sido relacionada a um aumento da incidência de quedas, a uma diminuição da força muscular e a uma deterioração do equilíbrio, avaliada pela oscilação do corpo na postura ereta. Por outro lado, tem sido demonstrado que a suplementação associada de cálcio e vitamina D em idosos deficientes contribui para melhoria destes aspectos da função neuro-muscular. Nesta revisão, serão discutidos os mecanismos conhecidos envolvidos na associação entre vitamina D e função neuro-muscular, e também a suplementação de vitamina D e cálcio na prevenção de fraturas osteoporóticas não-vertebrais sob a perspectiva dos efeitos neuro-musculares.

    Abstract in English:

    Through its action in the kidney, intestines, bone and parathyroid glands vitamin D is a major regulator of calcium homeostasis and for the development of a healthy skeleton. Moreover, receptors for this hormone are present in almost all body tissues and other actions which are not related to the mineral metabolism have been imputed to it. In the skeletal muscle cell, vitamin D acts through the classic mechanism of binding to a nuclear receptor and also by binding to a membrane receptor, carrying out actions that involve calcium transport, protein synthesis and kinetics of muscle contraction. Clinically, vitamin D deficiency, which is very common among the elderly, including the ones in our country, has been related to an increase in the incidence of falls, as well as the reduction of muscle strength and deterioration of body sway, evaluated by the oscillation of the body in the erect position. On the other hand, it has been demonstrated that supplementation of calcium associated to vitamin D in deficient elderly contributes to the improvement of these aspects of the neuro-muscular function. In this review, the mechanisms involved in the association between vitamin D and neuro-muscular function will be discussed, as well as the supplementation of vitamin D and calcium to prevent non-vertebral osteoporotic fractures under the perspective of the neuro-muscular effects.
  • Incidência e mortalidade por câncer de tireóide no Brasil Artigos Originais

    Coeli, Cláudia M.; Brito, Alexandre S.; Barbosa, Flávia S.; Ribeiro, Michele G.; Sieiro, Ana Paula A.V.; Vaisman, Mário

    Abstract in Portuguese:

    Esse estudo visou avaliar a incidência e a mortalidade por câncer de tireóide (CT) no Brasil através análise dos dados de sete Registros de Câncer de Base Populacional e do Sistema de Informação sobre Mortalidade. Taxas de mortalidade qüinqüenais por CT, ajustadas para idade, foram calculadas dentro de um período de 20 anos (1980-1999) para o país como um todo. Calculamos taxas trienais de incidência ajustadas por idade empregando os dados disponíveis desde 1993. As taxas de mortalidade ajustadas por idade decaíram de 0,22/100.000 para 0,28/100.000 (-21%) entre os homens, e de 0,42/100.000 para 0,51/100.000 (-17%) entre as mulheres. Entre os homens, as taxas de incidência ajustadas por idade variaram de 0,7/100.000 em Belém até 3,0/100.000 em São Paulo. Essas cidades também apresentaram a mais baixa (0,8/100.000) e a mais alta (10,9/100.000) taxas de incidência ajustada por idade entre as mulheres. A tendência de queda de mortalidade é provavelmente explicada pela melhoria do diagnóstico e do tratamento do CT ao longo do período do estudo, enquanto as variações geográficas da incidência estão provavelmente relacionadas à disponibilidade de recursos de cuidados médicos nas diferentes regiões e na qualidade dos dados dos registros de câncer.

    Abstract in English:

    In this study we evaluated the incidence and mortality due to thyroid cancer (TC) in Brazil using incidence data provided by seven Brazilian cancer registries and mortality data from the Brazilian Mortality Information System. Five-year age-adjusted mortality rates were calculated over a 20-year period (1980-1999) for the country as a whole. We have calculated a 3-year age-adjusted incidence rate using data available since 1993. Age-adjusted mortality rates decreased from 0.22/100,000 to 0.28/100,000 (-21%) among males, and from 0.42/100,000 to 0.51/100,000 (-17%) among females. Among males, age-adjusted incidence rates varied from 0.7/100,000 in Belém to 3.0/100,000 in São Paulo. These cities also presented the lowest (0.8/100,000) and the highest (10.9/100,000) age-adjusted incidence rates among females. The downward tendency of mortality is probably explained by an improvement in diagnosis and treatment of TC over the study period, whereas geographical variations in incidence are probably related to availability of medical care resources in the different regions and the quality of cancer registers’ data.
  • Tolerância ao teste da clonidina em 180 pacientes: estudo da eficácia da expansão volêmica para o controle de hipotensão arterial Artigos Originais

    Marui, Suemi; Oliveira, Cláudia H.M.C.; Souza, Sílvia C.A.L.; Berger, Karina; Khawali, Cristina; Hauache, Omar M.; Maciel, Rui M.B.; Vieira, José Gilberto H.

    Abstract in Portuguese:

    O teste da clonidina é amplamente usado para avaliar a secreção do hormônio do crescimento. Os efeitos colaterais são sonolência (35%) e hipotensão arterial (HA) (5%). Nossos objetivos foram avaliar a tolerância ao teste quanto à queda da pressão arterial (PA), grau de sedação e eficácia da expansão volêmica para controle da HA. A PA foi medida nos tempos basal, 60 e 120 min. A sedação foi baseada na escala Ramsay. Os pacientes foram divididos em dois grupos: o Grupo 1 (n= 80) recebeu expansão volêmica apenas com HA grave (queda da PA média [PAM] > 20% da PAM inicial) e/ou hipotensão postural; o Grupo 2 (n=100) recebeu expansão volêmica desde o início do teste. Nos dois grupos, a PAM caiu significativamente e 75% apresentaram sonolência aos 60 min. Não houve correlação da queda da PAM com grau de sedação e dose administrada. O Grupo 1 apresentou mais hipotensão (59% x 28%) e maior queda da PAM aos 60 min. Apenas um paciente apresentou broncoespasmo. Concluímos que o efeito hipotensor da clonidina diminui com expansão volêmica desde o início no teste. Este teste deve ser sempre feito com acompanhamento médico especializado para observação estrita da PA e intervenção precoce, se necessária.

    Abstract in English:

    Clonidine stimulation test is widely used to evaluate growth hormone secretion. Side effects are somnolence (35%) and arterial hypotension (AH) (5%). The aims of this paper were to evaluate the tolerance to this test regarding blood pressure (BP) decrease, sedation and the efficacy of saline resuscitation to prevent AH. BP was measured at basal, 60 and 120 min. Sedation was determined by the Ramsay scale. Patients were divided into two groups: Group 1 (n= 80) received saline resuscitation only upon severe AH (drop of mean BP [MBP] > 20% from initial MBP) and/or postural hypotension; Group 2 (n= 100) received saline resuscitation from the beginning of the test. Both groups presented a significant MBP fall and 75% presented somnolence at 60 min. MBP drop did not correlate with either sedation or the clonidine dose. Group 1 presented more hypotension (59% x 28%) and greater MBP drop at 60 min. Only one patient had an asthma attack. We conclude that the hypotension effects caused by oral clonidine diminish with saline resuscitation since the beginning of the test. This test must have specialized medical support with strict BP evaluation and precocious intervention when needed.
  • Correlação entre níveis de iodúria e TSH colhido em cordão umbilical de recém-nascidos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, São Paulo Artigos Originais

    Alves, Maria Lúcia D’Arbo; Maciel, Rui M. de Barros; Kunii, Ilda; Iazigi, Nassim

    Abstract in Portuguese:

    A forma mais eficaz e segura de se diagnosticar o hipotireoidismo congênito (HC) é através dos programas de rastreamento neonatal com dosagens sanguíneas do hormônio tireotrófico (TSH). Está estabelecido que a incidência de HC varia entre 1:2.300 - 1:5.000 nascimentos, sendo mais elevada em áreas de carência iódica. Complementando o programa de rastreamento para HC desenvolvido entre a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP) e a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), dosou-se iodo em amostras urinárias de 141 recém-nascidos (RN) de Ribeirão Preto, sendo 87 meninos e 54 meninas. Os resultados de TSH não indicaram casos de HC, embora um elevado número de crianças (0,96%) tenha sido convocado para novos testes. As iodúrias variaram entre 2,1 e 194µg/l, (média de 58,3±36,2µg/l). Não foram observadas diferenças entre os valores de iodo urinário dos RN segundo o sexo ou idade gestacional. Foi encontrada correlação negativa entre iodúria e TSH de sangue de cordão umbilical (r= -0,20, p= 0,02).

    Abstract in English:

    The safest and most efficient way to diagnose congenital hypothyroidism (CH) is through screening programs using serum thyroid stimulating hormone (TSH). CH occurs in one in 1:2,300 - 1:5,000 births but higher rates are found in iodine-deficient areas. Iodine was measured in the urine of 141 newborns (87 males and 54 females) from Ribeirão Preto to complement the screening program developed by the School of Medicine of Ribeirão Preto (FMRP-USP) and Federal University of São Paulo (UNIFESP). TSH values did not disclose any case of CH, although we have seen an elevated ratio (0.96%) of calls for retests. The iodine urinary levels ranged from 2.1 to 194µg/l (mean 58.3±36.2µg/l). No differences between the levels of urinary iodine and gender or gestational ages were observed. A negative correlation between urinary iodine and TSH of blood from umbilical cord was found (r= -0.20, p= 0.02).
  • Hipotiroidismo congênito transitório: perfil das crianças identificadas no programa estadual de triagem neonatal de Minas Gerais, Brasil Artigos Originais

    Silva, Luciana O.; Dias, Vera M.A.; Silva, Ivani N.; Chagas, Antônio J.

    Abstract in Portuguese:

    O diagnóstico e o tratamento precoces do hipotiroidismo congênito (HC) constituem os principais objetivos dos programas de triagem neonatal. Neste estudo avaliou-se o perfil hormonal e os possíveis fatores responsáveis pelo HC transitório (HCT). Os dados foram colhidos dos prontuários das crianças acompanhadas no Hospital das Clínicas da UFMG, triadas pelo Programa Estadual de Triagem Neonatal de Minas Gerais. Para o diagnóstico de HCT considerou-se: exames de triagem e sérico confirmatório alterados; TSH e T4 livre normais em 4 e 8 semanas após suspensão do tratamento hormonal para avaliação etiológica. As 21 crianças com HCT representavam 4,23% das crianças acompanhadas pelo Programa e receberam tratamento com L-tiroxina por um mês a três anos. Os valores de TSH no primeiro exame sérico variaram de 10,4 a 583,4µUI/ml, não se correlacionando, portanto, à gravidade da doença. Possivelmente a presença de anticorpos maternos em duas crianças, anti-TPO (anticorpo anti-tireoperoxidase) em uma e o anticorpo anti-receptor de TSH associado à exposição ao iodo em outra foram responsáveis pelo hipotiroidismo. Concluímos que o HCT é uma entidade importante na triagem neonatal, sendo essencial o tratamento hormonal nos primeiros meses de vida e que os níveis iniciais de TSH não são úteis para definir se a disfunção tiroidiana será transitória ou permanente.

    Abstract in English:

    Early diagnosis and treatment of congenital hypothyroidism are the main goals of the neonatal screening programs. A retrospective analysis was carried out to assess the characteristics and etiologies of congenital transient hypothyroidism (CTH) in the Newborn Screening Program of the State of Minas Gerais, Brazil. To reach a diagnosis of CTH, altered screening and serum confirmatory T4 and TSH tests and normal serum free T4 and TSH at 4 and 8 weeks after the withdrawal of levothyroxine were used. We studied 21 children with CTH who represented 4.23% of the whole group with detected hypothyroidism and followed them up in the Screening Program. These patients received LT4 therapy for a variable period of one month to three years. Serum confirmatory TSH levels varied from 10.4 to 583.4µUI/mL. Maternal antibodies, TRAB and anti-TPO, were associated to CTH in two children and iodine overload in one of them. We concluded that CTH is an important component in neonatal screening and hormonal treatment during the first months of the life is essential. The TSH initial levels are not relevant to determine whether the thyroid dysfunction is transient or permanent.
  • Proporções corporais em um grupo de pacientes brasileiras com Síndrome de Turner Artigos Originais

    Baldin, Alexandre D.; Armani, Maria Cláudia A.; Morcillo, André M.; Lemos-Marini, Sofia H.V.; Baptista, Maria Tereza M.; Maciel-Guerra, Andréa T.; Guerra Júnior, Gil

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Trata-se do primeiro estudo brasileiro com o objetivo de avaliar as proporções corporais de pacientes com síndrome de Turner (ST) não tratadas com hormônio de crescimento. MÉTODOS: Estudo transversal de 50 pacientes com ST (5 a 43 anos), avaliando-se idade, cariótipo, desenvolvimento puberal e medidas de estatura em pé e sentada, envergadura, peso, IMC, perímetro cefálico, mão e pé, perna, relação entre cintura e quadril, diâmetros biacromial e bi-ilíaco. Transformação dos dados em escore z de desvio-padrão. Realizada análise descritiva e aplicados o teste de Mann-Whitney e a análise de variância. RESULTADOS: Não foram observadas diferenças das variáveis em relação aos cariótipos: 22 eram impúberes e 28 púberes, e todas as variáveis em valores absolutos foram significativamente maiores na puberdade. Não foram observadas diferenças em relação aos escores z das variáveis analisadas em relação à puberdade. Todas as variáveis apresentaram escores z médios acima de -2, com exceção da estatura em pé e envergadura nas impúberes e também da estatura sentada e da mão nas púberes. O mesmo foi observado quando se analisou as 15 pacientes com idade > 20 anos, sendo apenas o peso, o IMC e os diâmetros biacromial e bi-ilíaco significativamente menores que os dados dinamarqueses de Gravholt e Naeera de 1997. CONCLUSÃO: O comprometimento de crescimento na ST ocorre fundamentalmente no eixo longitudinal, e os resultados observados neste estudo são comparáveis aos dinamarqueses.

    Abstract in English:

    OBJETIVE: The first Brazilian study aimed to evaluate body proportions in patients with Turner Syndrome (TS) with no growth hormone treatment. METHODS: A cross-sectional study with 50 TS patients (5 to 43 years) evaluating age, karyotype, pubertal development, height, sitting height, arm span, weight, BMI, head circumference, length of hand, foot and leg, waist to hip ratio, biacromial and biiliac diameters. The data were transformed in score z. A descriptive analysis was done and Mann-Whitney test and analysis of variance was applied. RESULTS: Twenty-eight patients were pubertal and 22 nonpubertal, and all of the absolute measurements were significantly increased in the former. There were no significant differences of the antropometric findings according to the karyotype and puberty, in relation to score z data. The SD scores of all variables showed means above -2, except height and arm span in the nonpubertal patients and also sitting height and hand in the pubertal patients. The same result was observed when only the patients > 20 years were analyzed, being only weight, BMI, and biacromial and biiliac diameters significantly smaller in relation to the Danish data of Gravholt and Naeera from 1997.
  • Puberdade precoce central idiopática em meninas no estado da Bahia Artigos Originais

    Aguiar, Ana Luísa; Couto-Silva, Ana Cláudia; Freitas, Isabel; Cruz, Thomaz; Rodrigues, Maíra; Adan, Luís Fernando

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Embora os efeitos benéficos do tratamento com análogos de GnRH (GnRHa) na puberdade precoce central (PPC) estejam estabelecidos, aspectos clínicos podem variar em função do grupo racial. OBJETIVO E MÉTODOS: Descrever o perfil de 175 meninas com PPC idiopática tratadas com GnRHa na Bahia, Brasil. RESULTADOS: Houve predomínio do grupo racial mulato (73,6%). A puberdade iniciou-se aos 6,3 ± 0,1 anos. Ao diagnóstico, as crianças apresentavam estatura de 2,2 ± 0,1 DP e índice de massa corpórea (IMC) de 1,5 ± 0,1 DP (> 2 DP em 32%), estando este, inversamente associado (R= -0,20, p= 0,008) à idade no início da puberdade. As idades cronológica e óssea foram de 8,4 ± 0,1 anos e 10,3 ± 0,1 anos, respectivamente, ao início do tratamento. No seu término (n= 52), idade, IMC e estatura (n= 52) foram 10,6 ± 0,1 anos, 1,6 ± 0,2 DP e 1,9 ± 0,2 DP, respectivamente. CONCLUSÃO: Apresentação clínica e evolução puberal foram similares a outros estudos, independente do grupo racial. O tratamento com GnRHa não resultou em ganho de peso significativo na amostra estudada.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Although the therapeutic effects of GnRH analogues (GnRHa) in central precocious puberty (CPP) have been established, clinical aspects may vary according to racial groups. OBJECTIVE AND METHODS: To describe the profile of 175 girls from Bahia, Brazil, treated with GnRHa for idiopathic CPP. RESULTS: The mulatto racial group predominated in the sample. The chronological age at puberty was 6.3 ± 0.1 years. At diagnosis, height was 2.2 ± 0.1 SD and body mass index (BMI) was 1.5 ± 0.1 SD (> 2 SD in 32%), this one, inversely associated with age at onset of puberty (R= -0.20, p= 0.008). At treatment, chronological and bone ages were 8.4±0.1 years and 10.3 ± 0.1 years, respectively. At the end of treatment (n= 52) age, BMI and height were 10.6 ± 0.1 years, 1.6 ± 0.2 SD and 1.9 ± 0.2 SD, respectively. CONCLUSION: Clinical presentation and evolution were similar to other studies, independently of racial characteristics. In this sample, treatment with GnRHa was not associated to significant weight gain.
  • Associação entre marcadores sorológicos de doença celíaca e das doenças autoimunes da tireóide Artigos Originais

    Melo, Francisco M. de; Cavalcanti, Maria S.M.; Santos, Severino B. dos; Lopes, Ana K.B.F.; Oliveira, Felipe A.A. de

    Abstract in Portuguese:

    Doença celíaca (DC) é uma doença autoimune do intestino delgado com importante associação com HLA-DQ2 e DQ8. Tem o glúten como fator etiológico e a enzima transglutaminase (TGase) tecidual como autoantígeno. A DC é associada a outras doenças autoimunes como diabetes mellitus tipo 1, lupus eritematoso sistêmico, artrite reumatóide, síndrome de Sjögren e doenças autoimunes da tireóide. O objetivo deste estudo foi investigar a ocorrência de anticorpos séricos da classe IgA anti-endomísio e anti-TGase tecidual humana em indivíduos com anticorpo anti-tireoidiano (AAT) positivo. Foi também pesquisada a concordância destes dois marcadores. Anticorpos anti-endomísio foram positivos em 10 de 456 (2,2%) e anti-TGase tecidual foi positiva em 14 de 454 (3,1%) dos indivíduos com AAT positivo. No grupo controle, 1 de 197 (0,5%) e 2 de 198 (1%) foram positivos para anticorpo anti-endomísio e anti-TGase tecidual humana, respectivamente. A chance de positividade dos anticorpos anti-endomísio foi de 4,42 e do anti-TGase tecidual humana 3,12 vezes maior nos indivíduos com positividade para AAT que nos controles. Um elevado índice de concordância (k= 0,84) foi obtido entre os testes para anticorpos anti-endomísio e anti-TGase. Os resultados obtidos neste trabalho não justificam uma triagem rotineira de DC em portadores de AAT. Concluímos que a pesquisa de anticorpos anti-TGase mostrou-se um teste útil para rastrear DC.

    Abstract in English:

    Celiac disease (CD) is an autoimmune disease of the small bowel characterized by a strong genetic association with HLA - DQ2 and DQ8. Gluten is the etiological factor and the tissue enzyme transglutaminase (TGase) is its autoantigen. CD is associated with several autoimmune diseases such as type 1 diabetes, systemic lupus erythematous, rheumatoid arthritis, Sjögren’s syndrome and autoimmune thyroid diseases. The aim of this study was to investigate the occurrence of serum IgA anti-endomysial and anti-human TGase antibodies in individuals with positive anti-thyroid antibody (ATA). The concordance between these two tests was also evaluated. Anti-endomysial antibodies were positive in 10 out of 456 (2.2%) and anti-human TGase were positive in 14 of 454 (3.1%) individuals with positive ATA. In control subjects they were positive in 1 of 197 (0.5%) and 2 of 198 (1%) for anti-endomysial and anti-human tissue TGase antibodies, respectively. The odds ratio (OR) for the anti-endomysial antibodies was 4.42 and for the anti-human TGase 3.12 in individuals with ATA when compared with controls. An elevated concordance index (k= 0.84) was observed between anti-endomisyal antibodies and anti-human TGase. We conclude that the determination of anti-TGase antibodies is a good test for DC screening.
  • Avaliação do conhecimento de medidas preventivas do pé diabético em pacientes de Rio Branco, Acre Artigos Originais

    Cosson, Ionar C. de Oliveira; Ney- Oliveira, Fabrizio; Adan, Luís Fernando

    Abstract in Portuguese:

    O pé diabético é uma das principais complicações do diabetes mellitus (DM), de alto impacto sócio-econômico, caracterizado por lesões decorrentes de neuropatia, isquemia e infecção. Para analisar o conhecimento sobre medidas preventivas do pé diabético em portadores de DM tipo 2 (DM2) em instituição de saúde pública, Rio Branco, Acre, entre agosto/2002 e fevereiro/2003, foram avaliados 109 pacientes (71,6% do sexo feminino) quanto à história clínico-epidemiológica, dados demográficos, atitudes de controle do DM e cuidados preventivos do pé, antes e após aplicação de programa educativo (álbum seriado e folders). Houve melhora significativa do conhecimento sobre cuidados preventivos do pé diabético após o programa (p< 0,0001), assim como de atitudes de controle do DM (p< 0,0001). Conclui-se que a população avaliada desconhece as medidas preventivas do pé diabético e do controle glicêmico. A utilização de programas de educação, facilmente reprodutíveis nos centros de saúde, pode colaborar na redução das taxas de amputação de membros inferiores em pacientes com DM.

    Abstract in English:

    The diabetic foot is one of the main complications of diabetes mellitus (DM) of high socio-economic impact, characterized by foot lesions resulting from neuropathy, ischemia and infection. To verify the knowledge of preventive measures for the diabetic foot in a public health institution in Rio Branco, Acre, between August 2002 and February 2003 patients with type 2 DM (n= 109 patients, 71.6% female) were evaluated regarding their clinical-epidemiological history, demographic attitudes towards DM control and preventive care of the feet, before and after attending an informative educational program. There was a significant improvement of knowledge of preventive measures for the diabetic foot after the program (p< 0.0001), as well as for the attitudes towards DM control (p< 0.0001). We conclude that the population sample evaluated is unaware of preventive measures for the diabetic foot and of attitudes related to glycemic control. The utilization of educational programs, easily implemented in health centers, might reduce the rates of lower extremity amputation in patients with DM.
  • Associação da gama-glutamil transferase e a síndrome metabólica em mulheres obesas Artigos Originais

    Araújo, Leila Maria Batista; Lima, Daniela Seabra; Daltro, Carla

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a associação da gama-glutamil transferase (GGT) com a presença e número de co-morbidades da síndrome metabólica (SM). CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudadas 353 mulheres consecutivamente admitidas num ambulatório de obesidade, com idade de 39,0 ± 11,4 anos e IMC de 41,3 ± 7,3kg/m². Todas as pacientes eram assintomáticas, não tinham história de ingestão excessiva de álcool ou de doença hepática. Pelo critério do National Cholesterol Education Program - Adult Treatment Panel III foi avaliada a presença de SM. RESULTADOS: A freqüência de SM nos pacientes foi de 50,7%. A presença de GGT elevada foi maior nas pacientes com SM em relação às sem SM (32% versus 20,7%; p= 0,05). A média da GGT foi significativamente maior nas pacientes com SM do que naquelas sem SM (52,8 ± 42,3mg/dl; Md: 40,0 versus 40,1 ± 28,8mg/dl; Md: 33,0, p= 0,0001) e naquelas com cada co-morbidade isoladamente quando comparado às pacientes sem elas. Nas pacientes com associação de 3 co-morbidades da SM, a média de GGT foi 51,0 ± 39,2mg/dl (Md: 36,0), com 4 foi de 50,8 ± 50,4mg/dl (Md: 40,5) e com 5 foi de 64,8 ± 32,3mg/dl (Md: 61,0) (p= 0,0002). Houve correlação positiva entre glicose, triglicérides e pressão arterial sistólica e diastólica. CONCLUSÃO: Observou-se associação da GGT com a presença da SM ou de suas co-morbidades isoladamente em mulheres obesas.

    Abstract in English:

    OBJETIVE: To evaluate the correlation of gamma-glutamyl transferase (GGT) activity to the presence and number of abnormalities of the metabolic syndrome (MS). SUBJECT AND METHODS: We have studied 353 women consecutively admitted into the obesity outpatient unit, aged 39.0 ± 11.4 years and body mass index 41.3 ± 7.3kg/m². All patients were asymptomatic, had no history of alcohol abuse or liver disease. National Cholesterol Education Program - Adult Treatment Panel III criteria for diagnosing MS were applied. RESULTS: The frequency of the MS was 50.7% in the patients. The frequency of elevated GGT activity was higher in patients with MS than without it (32% versus 20%, p= 0.05). The average GGT concentration in patients with the MS was significantly higher than in non SM patients (52.8 ± 42.3U/L; Md: 40.0 versus 40.1 ± 28.8U/L; Md: 33.0, p= 0.0001). It was also higher in patients with each one abnormality of the MS, when compared to those without it. In patients with association of three abnormalities of the MS, the mean GGT activity was 51.0 ± 39.2U/L (Md: 36.0); in those with four, 50.8 ± 50.4U/L (Md: 40.5); and five, 64.8 ± 32.3U/L (Md: 61.0). There were positive correlations between GGT and glucose, triglycerides or blood pressure (systolic and diastolic). CONCLUSION: GGT activity was associated to the presence and the number of abnormalities of the MS, as well as to each one abnormality of the MS in obese women.
  • Acurácia, efeitos na terapia insulínica e controle glicêmico e complicações do sistema de monitorização contínua da glicose em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 Artigos Originais

    Maia, Frederico F.R.; Araújo, Levimar R.

    Abstract in Portuguese:

    Para avaliar a acurácia, segurança e complicações do sistema de monitorização contínua da glicose (CGMS) em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 (DM1), estudamos retrospectivamente 30 pacientes (25,8 ± 12,2 anos) sob monitorização contínua da glicose (CGM) (Medtronic; Northridge, CA) por 72hs. Foram analisados: glicemia capilar (GC) média e pelo sensor durante a CGM, coeficiente de correlação (%), mediana da diferença percentual absoluta (MAD%), número de leituras, excursões glicêmicas (sensor CGMS vs. GC), presença de complicações (trauma, infecção, desconexão), abandono e conduta após CGMS. Os níveis de A1c foram determinados 1 mês antes e 3 meses após o CGMS. A GC média durante a utilização do CGMS foi de 186,5 ± 43,3mg/dl vs. 179,7 ± 48,1mg/dl detectada pelo sensor, com correlação significativa (p= 0,001). O número de leituras pelo sensor CGMS foi de 772,4 ± 254,1 (VR > 680), com duração média de 68,7 ± 19,8hs de exame. O coeficiente de correlação foi de 0,86 ± 0,21 (VR > 0,79). Quanto à MAD%, observou-se valor de 13,9 ± 4,7% (VR < 28%). O CGMS mostrou-se estatisticamente mais eficaz na detecção de excursões glicêmicas em relação à GC (p= 0,009). Observou-se redução significante da A1c três meses após o CGMS nesse grupo de pacientes (p= 0,018). Não houve complicações durante a CGM em 96,7% dos exames. Não houve registro de trauma, infecção local ou sangramento em nenhum caso. A CGM promoveu mudança de conduta terapêutica em 100% dos pacientes. A CGM mostrou-se método seguro, bem tolerado, com alta acurácia nos valores glicêmicos detectados, sendo método de alta eficácia, com baixo índice de complicações e abandono, devendo sua prática ser cada vez mais estimulada em nosso meio.

    Abstract in English:

    To evaluate the efficacy, safety and complications of continuous glucose monitoring system (CGMS) in type 1 diabetic patients (DM1), we retrospectively studied 30 patients (25.8 ± 12.2 years) submitted to 72hs CGMS (Medtronic; Northridge, CA) and analyzed: mean self monitoring blood glucose (SMBG) and mean CGMS sensor’s glycemic value; correlation coefficient (%), median absolute percent difference (MAD%), number of sensor reading, glycemic excursions (CGMS vs. SMBG), complications (trauma, local infection, disconnection) and therapeutic management after CGMS. A1c levels were measured 1 month before and 3 months after the study. Mean capillary glucose values were 186.5 ± 43.3mg/dl vs. 179.7 ± 48.1mg/dl by CGMS sensor, with significant correlation (p= 0.001). An average of 772.4 ± 254.1 (VR > 680) glucose measurements was recorded for each patient, with 68.7 ± 19.8hs of exam. Correlation coefficient was 0.86 ± 0.21 (VR > 0.79). Median absolute percent difference between sensor and glucometer values was 13.9 ± 4.7% (VR < 28%). The CGMS was significant more efficient in detection of glycemic excursion related to capillary glycemia (p= 0.009). This data showed important decreased level of A1c in this population 3 months after the CGMS with statistical significance (p= 0.018). No complications were registered in 96.7% of patients. No trauma, local infection or bleeding were registered. The insulin therapeutic regimen was adjusted in 100% of patients. The CGMS showed to be a very safety method, well tolerated, with high accuracy in glycemic values and low complications rate. This method has to be more stimulated by physicians and patients.
  • Efficacy of continuous glucose monitoring system to detect unrecognized hypoglycemia in children and adolescents with type 1 diabetes

    Maia, Frederico F.R.; Araújo, Levimar R.

    Abstract in Portuguese:

    Foram estudados retrospectivamente 17 pacientes (15,76 ± 4,5 anos) submetidos a monitorização subcutânea contínua da glicemia (CGMS) (Medtronic; CA) por 72 horas. Buscou-se avaliar a acurácia da CGMS em crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1 (DM1) e sua eficácia na detecção de hipoglicemia assintomática nesse grupo de pacientes. Foram analisados os valores de glicemia capilar (GC) e pelo sensor CGMS; excursões glicêmicas; hiperglicemia pós-prandial; hipoglicemia assintomática; complicações e conduta após a CGMS. Os níveis de A1c foram determinados antes e 3 meses após a CGMS. A correlação sensor/glicemia capilar foi avaliada durante normo, hipo e hiperglicemia, bem como a sensibilidade e especificidade. A GC média durante a CGMS foi de 213,8 ± 63,4mg/dl vs. 209,7 ± 52,5mg/dl detectada pelo sensor, com correlação de Pearson significante (p< 0,001). Não houve diferença significante entre a CGMS e GC na detecção de excursões glicêmicas (p= 0,32). A hiperglicemia pós-prandial e hipoglicemia assintomática foram identificadas em 66,7% e 56,2% dos pacientes durante a CGMS, respectivamente. A correlação entre sensor CGMS e GC durante hipoglicemia assintomática mostrou-se não significante (p= 0,32) vs. durante hiperglicemia (p= 0,001). O sensor CGMS apresentou baixa sensibilidade (63,3%) para detecção de hipoglicemia assintomática. Observou-se redução significante da A1c três meses após a CGMS em crianças e adolescentes com DM1 (p= 0,03). A CGMS mostrou-se método seguro, bem tolerado, com alta acurácia nos valores glicêmicos detectados, com baixo índice de complicações. Esses dados comprovam a alta eficácia da CGMS na detecção de hiperglicemia pós-prandial, na redução da A1c e melhora do controle metabólico, com baixas sensibilidade para na identificação de hipoglicemia assintomática em crianças e adolescentes com DM1.

    Abstract in English:

    This retrospective study assessed 17 DM1 pediatric patients (15.76 ± 4.5 years) submitted to 72h continuous glucose monitoring system (CGMS) (Medtronic, CA). The aim of this study was to evaluate the accuracy of CGMS in children and adolescents with type 1 diabetes mellitus (DM1) and the efficacy of this method to detect unrecognized hypoglycemia in this population. It were analyzed capillary glycemia (CG) and CGMS sensor’s value; glycemic excursions; postprandial hyperglycemia; unrecognized hypoglycemia; complications and therapeutic management after CGMS. A1c levels were measured at the start and after 3 months of the study. Correlation coefficient during hypo, hyper, and normoglycemia and sensitivity/specificity was determined. The mean CG values were 213.8 ± 63.4mg/dl vs. 209.7 ± 52.5mg/dl by sensor, with statistical significance by Pearson’s correlation (p< 0.001). There was no difference between CGMS and CG value in order to detect glycemic excursions (p= 0.32). The postprandial hyperglycemia and unrecognized hypoglycemia was detected in 66.7% and 56.2% of this patients, respectively. The correlation coefficient during hypoglycemia presented no statistical significance by Pearson’s correlation (p= 0.29) vs. during hyperglycemia (p= 0.001). The CGMS sensor presented low sensitivity (63.3%) to detect hypoglycemia. This data showed important decreased level of A1c in this population 3 months after CGMS with statistical significance (p= 0.03). The CGMS showed to be a very safe method, well tolerated, with high accuracy in glycemic values and low complications rate. This results suggest that CGMS is a good method to identify postprandial hyperglycemia, to improve metabolic changes in therapeutics with significant impact in A1c of diabetic pediatric patients. This data confirmed the low sensitivity of CGMS to detect unrecognized hypoglycemia in pediatric DM1 patients.
  • Impacto médico-social do tratamento medicamentoso da moléstia de Graves-Basedow em Hospital Público Universitário: avaliação retrospectiva e projeção prospectiva de conduta terapêutica Perspectivas

    Lima, Nicolau; Knobel, Meyer; Camargo, Rosalinda Y.; Tomimori, Eduardo; Medeiros-Neto, Geraldo

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do presente estudo foi avaliar esquema terapêutico medicamentoso para aumentar a aderência ao tratamento da moléstia de Graves-Basedow (MGB) em Hospital Público Universitário. Os pacientes foram selecionados segundo critérios rigorosos, que incluíam volume glandular inferior a 60cm³, origem da área urbana de São Paulo e não submetidos a terapia prévia da MGB. Receberam gratuitamente a medicação, eram avisados antecipadamente da data da consulta e acompanhados por um único médico durante todo o tratamento. Foram incluídos 229 pacientes, tratados inicialmente com metimazol (MMI - 60mg/dia) em dose única diária, seguindo-se com combinação de MMI (20mg) com LT4 (100µg) em dose única diária por 24 meses. Apenas 83 pacientes (36,2%) completaram o protocolo quando foram subdivididos em 2 grupos, após a suspensão do MMI+LT4: Grupo 1 (n= 34), que permaneceram em remissão por 3 anos, e Grupo 2 (n= 49), que apresentaram recidiva da doença entre 2 e 36 meses. Os fatores preditivos associados à remissão foram: decréscimo do volume glandular, tireoglobulina sérica < 40ng/ml e valores séricos normais de anticorpos anti-receptor de TSH. Constatamos que apesar do planejamento cuidadoso, mais de 60% dos portadores de MGB não completaram o protocolo e foram encaminhados a tratamento com radioiodo. Admitimos que esse baixo êxito terapêutico poderia ser melhorado mediante identificação dos fatores capazes de indicar quais pacientes estariam propensos a seguir um tratamento de longa duração.

    Abstract in English:

    The aim of the present study was to evaluate a new proposal for increasing compliance to the clinical management of patients with Graves’ disease (GD) in a large and public University Hospital. The patients were carefully selected (no previous GD treatment, goiter volume less than 6mL must be living in the metro area of São Paulo), received medication at no cost, were contacted frequently by the social worker and alerted for the date of consultation and only referred to a single endocrinologist during all phases of treatment. We recruited 229 patients with GD that were initially treated with methimazole (MMI - 60mg q.d) in a single daily dose followed by a combination of MMI (20mg) plus L-T4 (100µg) daily for 24 months. Only 83 patients (36.2%) completed the protocol and were subdivided in: Group 1 (n= 34) that were in remission for 3 years after discontinuation of the MMI and Group 2 (n= 49) that presented recurrence of GD between 2 and 36 months without MMI. Predictive factors associated with remission were: decrease of the glandular volume, serum TG< 40ng/mL and normal TRAb values. We concluded that in spite of a careful protocol planned to increase compliance, more than 60% of patients with GD did not complete the therapeutic trial and were referred for radioiodine treatment. The solution for this low therapeutic success for GD should be the possible identification of factors that would indicate patients that are not inclined to follow a long period of clinical therapy.
  • Educação médica continuada a distância em endocrinologia e metabologia Perspectivas

    Preger, Claus Michael

    Abstract in Portuguese:

    A rede de informática que l iga mundialmente entre si os computadores, a Internet, tornou-se importante instrumento de difusão do conhecimento humano. A educação médica através deste meio, sem a necessidade de presença formal nos ambientes de ensino, constitui uma utilização moderna desta valiosa fonte, caracterizando a Educação Médica Continuada a Distância (EMCAD). A procura de videoconferências, de monografias, diretrizes e cursos de atualização em Endocrinologia e Metabologia, nas páginas da Internet, através das máquinas eletrônicas de busca, é tarefa laboriosa e demorada face ao grande número de sítios resultantes desta pesquisa. A presente revisão tem como finalidade facilitar este trabalho, com a utilização de palavras e expressões-chave, apresentando em quadros, classificados de acordo com as subespecialidades ou com o órgão glandular e com o idioma do texto, os principais endereços eletrônicos que abrigam as fontes de atualização profissional, obtidos pela pesquisa prévia realizada pelo autor.

    Abstract in English:

    The World Wide Web, also known as the Internet, is an important agent of spreading human knowledge. Medical education through the web without formal presence at the classroom is a modern use of this valuable resource, characterizing the online continuous medical education (eCME). The search of videoconferences, monographs, guidelines and update courses in endocrinology and metabolism at the Internet through search mechanisms is an extremely slow and hard task due to the huge amount of sites resulting from this process. This revision aims to make this quest easier, by presenting in a rational order, according to the subspecialty, glandular organ and language, the most important web pages that deal with this subject, obtained in a previous research promoted by the author.
  • Mario Philomeno Caleiro Lima: a trajetória na construção da endocrinologia na UNIFESP Memórias

    Verreschi, Ieda T.N.
  • Hipotiroidismo autoimune refratário a altas doses de levotiroxina e hipocalcemia grave Apresentação de Casos

    Silva, Cintia M. dos Santos; Souza, Marcus Vinicius L. de

    Abstract in Portuguese:

    Os fatores que dificultam a normalização do TSH no hipotiroidismo merecem atenção especial já que muitos pacientes em reposição de levotiroxina (LT4) encontram-se com TSH fora da faixa normal. Apresentamos uma paciente de 50 anos com quadro de hipotireoidismo autoimune de difícil compensação, associado à anemia, hipocalcemia severa, hipomagnesemia, alterações psíquicas e perda ponderal importante. Após a compensação do hipotiroidismo somente após 325µg/dia de levotiroxina, levantou-se a hipótese de alguma síndrome disabsortiva. Confirmado diagnóstico de doença celíaca através de dosagem de anticorpo anti-gliadina. Com instituição de dieta sem glúten houve melhora dos sintomas relacionados à disabsorção, assim como diminuição da necessidade de levotiroxina para 125µg/dia. Baseando-se em estudos que comprovam a maior prevalência de doença celíaca entre pacientes com desordens autoimunes da tiróide, tem sido proposto por vários autores a realização rotineira de screening para doença celíaca nesse grupo de pacientes.

    Abstract in English:

    The factors that make difficult the normalization of TSH in hypothyroidism need special attention because some patients on thyroxine replacement do not maintain a normal TSH. We report a 50 year-old woman with autoimmune hypothyroidism of difficult compensation, associated with anemia, hypocalcemia with a previous episode of tetany, hypomagnesemia, psychologic alterations and important weight loss. After compensation of the hypothyroidism with doses of L-thyroxine as high as 325µg/day, the hypothesis of a malabsorptive syndrome was raised. Celiac disease was confirmed by elevated serum antigliadin antibody. A gluten-free diet was instituted which improved the symptoms associated with malabsorption and reduced the L-thyroxine requirement to 125µg/day. Because several studies have shown an association of both diseases, a routine screening for celiac disease has been widely proposed in patients with autoimmune thyroid disease.
  • Rabdomiólise devido ao uso de estatina em altas doses: relato de caso Apresentação de Casos

    Gama, Mirnaluci P. Ribeiro; Pellegrinello, Silviane; Alonso, Sheyla Santos Quelle; Coelho, Juliana Filus; Martins, Caroline F. Luz; Biagini, Gleyne Lopes Kujew

    Abstract in Portuguese:

    A rabdomiólise tem sido motivo de publicação na literatura médica há mais de 50 anos. Nas últimas décadas, com o advento das estatinas, usadas na prevenção primária e secundária da doença cardiovascular, este assunto volta como importante complicação, muitas vezes fatal, do uso desta classe de drogas. A rabdomiólise associada ao uso das estatinas ocorre principalmente devido a associações medicamentosas. A seguir, descreveremos um caso de uma paciente em uso de altas doses de Sinvastatina, devido à doença aterosclerótica difusa, que desenvolveu quadro compatível com rabdomiólise resultando em óbito.

    Abstract in English:

    Rhabdomyolysis has been the theme in medical literature for the last fifty years. In these last decades, with statins being used in primary and secondary cardiovascular prevention events, this theme returns and statins are now pointed as the trigger to this almost always fatal complication. Rhabdomyolysis due to statins administration occurs mainly in association with other drugs. Our case reports on a patient with fatal statin-induced rhabdomyolysis whose medical history included diffuse atherosclerotic disease.
  • Errata

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br