Mudanças clínicas e radiográficas das articulações carpo, tarso e interfalangeana de touros de corte zebuínos em regime de colheita de sêmen

G.A. Motta A.M. Girardi A.F. Sabes E.S. Portugal R.P. Nociti G.M. Bueno L.C. Marques Sobre os autores

RESUMO

Osteoartrite e osteocondrose estão altamente correlacionados à falha reprodutiva em touros. Este estudo teve como objetivo avaliar as lesões do carpo, tarso e interfalangianas em touros zebuínos de corte em regime de coleta de sêmen. Vinte e um bovinos de corte, touros, provenientes de um total de 41 animais, foram divididos em três grupos baseados na idade, sendo eles: animais de dois a quatro anos (GI), de mais de quatro a oito anos (GII) e acima de oito anos de idade (GIII). Os sinais clínicos encontrados foram mudanças de conformação dos membros, derrame sinovial, ingurgitamento venoso periférico das articulações e decúbito prolongado. A população total avaliada apresentou manifestação clínica e escore radiográfico de grau moderado. Os touros mais velhos apresentaram maior gravidade nas lesões articulares. O GIII foi o que apresentou as lesões articulares mais severas. Identificou-se nos carpos osteofitose de discreta a difusa, cistos subcondrais, “flaps” cartilaginosos, fragmentação óssea, perda de congruência óssea, osteíte e anquilose; as lesões társicas obedeceram ao mesmo padrão. As articulações interfalangeanas apresentaram somente osteofitose, osteíte nas falanges distais e entesiofitose. O exame radiográfico digital permitiu a identificação completa das lesões articulares e suas correspondências clínicas, além da correlação positiva entre a idade, o peso corporal e o escore radiológico.

Palavras-chave:
bovinos; infertilidade; sobrepeso; radiologia; machos

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br
Accessibility / Report Error