Reparação microcirúrgica de nervo periférico por meio de sutura, cola de fibrina ou bainha de BioFill® em ratos Wistar

Microsurgical repair of peripheral nerve by means of suture, fibrin glue or BioFill® sheath in Wistar rats

Com o objetivo de comparar três técnicas de neuroanastomose, foram utilizados 54 ratos fêmeas, distribuídos em três grupos de 18 animais, cujos nervos ciáticos direitos foram transeccionados e, em seguida, tratados mediante o emprego das seguintes técnicas: três pontos de sutura epineural, um ponto de sutura epineural associado à bainha de BioFill® e um ponto de sutura epineural com cola de fibrina. A presença do material de sutura foi responsável pelo mau direcionamento das fibras nervosas e formação de neuroma na área da anastomose devido à colisão das fibras nervosas em regeneração com a reação granulomatosa ao fio de sutura. Alterações como degeneração Walleriana, formação de neuroma e proliferação de tecido fibroso foram observadas nos três tratamentos, sendo mais evidentes no grupo que recebeu três pontos de sutura epineural. Os resultados histológicos superiores obtidos com o emprego da bainha de BioFill® e da cola de fibrina comprovaram a eficiência dessas duas técnicas na reparação de nervos periféricos lesados. O uso da bainha de BioFill® oferece vantagens como disponibilidade, simplicidade técnica e baixo custo, tornando-a a melhor alternativa na reparação microcirúrgica do nervo periférico.

neuroanastomose; sutura epineural; bainha; cola de fibrina


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br