Comportamento de leitoas gestantes submetidas a dietas com baixo ou alto nível de fibra e mantidas em gaiolas ou em baias

Behaviour of pregnant gilts fed low or high fiber diets and maintained in crates or stalls

Avaliou-se o comportamento de leitoas gestantes que receberam dietas com baixo (BF= 4,5%) ou alto (AF= 13%) conteúdo de fibra bruta, alojadas em gaiolas individuais ou baias coletivas. Foram consideradas a postura e esteriotipias adotadas pelas fêmeas em três momentos: 10 e 30 minutos após o final do consumo da manhã (10AP e 30AP) e 10 minutos antes do arraçoamento da tarde (10AN). Para as fêmeas em baias, não houve associação das dietas com postura ou esteriotipias (P>0,05). Naquelas em gaiolas, a dieta AF esteve associada à menor freqüência da posição de pé e maior freqüência da posição deitada (P<0,05), aos 10AP. Aos 30AP, a dieta BF e o alojamento em gaiolas estavam associados com o aumento da postura sentada e diminuição na deitada (P<0,05). Aos 10AN, houve aumento na postura de pé e diminuição na deitada das fêmeas em gaiolas, independentemente da dieta (P>0,05). Nas fêmeas em gaiolas, a dieta AF esteve associada à redução de esteriotipias aos 10AP e 30AP. O alojamento em baias coletivas esteve associado à maior ausência de esteriotipias (P<0,05) aos 30AP. Aos 10AN, a dieta ou o local de alojamento não estavam associados com a ocorrência de esteriotipias (P>0,05). A dieta AF, quando administrada às fêmeas em gaiolas, reduziu a postura de pé aos 10AP e aumentou a ausência de esteriotipias aos 10AP e 30AP, o que sugere aumento do bem-estar das leitoas. A ansiedade das fêmeas em gaiolas, expressa pela maior ocorrência da postura de pé, aos 30AN, não foi reduzida com a dieta AF.

suíno; leitoa; bem-estar; alimentação; instalações


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br