Desempenho de bezerros Nelore em pastagem tropical consumindo diferentes tipos de suplementos concentrados

M. Vedovatto M.B. Meirelles M.C. D’Oliveira J.M.S. Diogo M.G. Morais C.L. Abreu I.M. Cortada Neto G.L. Franco Sobre os autores

RESUMO

Foi avaliada a utilização de tipos de suplementos concentrados sobre o desempenho de bezerros Nelore em pasto de Urochloa brizantha cv. Marandu na época seca. O experimento foi conduzido em 24ha divididos em 12 piquetes. Foram utilizados 72 bezerros com peso corporal (PC) inicial de 176±14kg por 140 dias de experimento. Os tratamentos foram: mineral, mineral+ureia (mineral com 30% de ureia); proteinado (suplemento com 45% de PB e 46% de nutrientes digestíveis totais (NDT)); suplemento energético (suplemento com 28% de PB e 73% de NDT). Mineral, mineral+ureia e proteinado foram fornecidos ad libitum, e o suplemento proteico-energético 5g/kg de PC. O consumo do suplemento (g/kg de PC) foi maior (P<0,05) para o suplemento proteico-energético (3,66), seguido por proteinado (1,61), mineral+ureia (0,36) e mineral (0,32). Esses dois últimos não diferiram entre si (P>0,05). O maior (P<0,05) GMD (kg/dia) foi para o suplemento proteico-energético (0,074), seguido por proteinado e mineral+ureia (0,014 e -0,024, respectivamente), que não diferiram entre si (P>0,05). Todos estes foram superiores (P<0,05) ao mineral (-0,085). Assim, durante a época seca, para prevenir a perda de peso de bovinos, os suplementos devem fornecer, além de minerais, energia, nitrogênio não proteico (NNP) e proteína verdadeira.

Palavras-chave:
energético; mistura múltipla; proteinado; Urochloa brizantha cv. Marandu

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br