Indução de estro em cabras da raça Toggenburg com dois diferentes dispositivos intravaginais

Estrous induction in Toggenburg goats using intravaginal devices

Doze cabras nulíparas da raça Toggenburg foram distribuídas em dois tratamentos (T1 e T2) para indução do estro. O T1 (n=6) consistiu na inserção da esponja impregnada com 60mg de acetato de medroxiprogesterona, associado à aplicação de 50µg do análogo sintético d-cloprostenol (PGF). No quarto dia, foram aplicadas 250UI de gonadotropina coriônica eqüina (eCG) e, no quinto, a esponja foi retirada. O T2 (n=6) diferiu somente quanto ao dispositivo empregado, que foi o CIDR-G®. Seis cabras do T1 e seis do T2 entraram em estro depois da retirada dos dispositivos, sendo que 83,3 (5/6) e 33,3% (2/6) ficaram gestantes em T1 e T2, respectivamente. O intervalo da retirada do dispositivo ao início do estro não diferiu entre tratamentos (P>0,05). As características ovulatórias não foram influenciadas pelos tratamentos. O intervalo da retirada do dispositivo à ovulação, para ambos os protocolos de indução do estro, não diferiu (P>0,05) entre tratamentos. Ambos os dispositivos foram eficientes em induzir o estro.

caprino; CIDR-G; eCG; esponja


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br