Ureterostomias cutânea e colônica em suínos: avaliação da exequibilidade das técnicas

Cutaneous ureterostomies in pigs: technical feasibility assessment

T.D. Prado R.G. Ribeiro T.L.E. Treichel A.B. De Nardi Sobre os autores

RESUMO

O aumento da expectativa de vida dos animais de companhia favorece a ocorrência de casos de câncer, como o de bexiga. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a exequibilidade da técnica de ureterostomia cutânea em suínos após a realização da cistectomia total, quando comparada à técnica de ureterostomia colônica, assim como detectar e caracterizar possíveis complicações transoperatórias. Foram utilizados 20 animais, distribuídos em dois grupos. Todos foram submetidos à cistectomia radical e, em seguida, à ureterostomia cutânea ou colônica. A exequibilidade das técnicas foi avaliada. Observou-se o tamanho da incisão, o tempo de diérese, de realização da derivação urinária e o tempo de síntese, estimou-se a perda sanguínea e o grau de dificuldade na realização dos procedimentos de preparo dos ureteres, o preparo do sítio de ureteroanastomose e a realização da ureteroanastomose em si. Os resultados indicam que a ureterostomia cutânea apresentou maior eficiência quando comparada à colônica nos quesitos perda de sangue, tamanho da incisão realizada e facilidade de realização da anastomose. Já a ureterocolostomia apresentou melhor resultado referente à execução do preparo ureteral. Assim, concluiu-se que ambas as técnicas podem ser indicadas como derivações urinárias viáveis e que a escolha dependerá de fatores intrínsecos ao cirurgião e ao paciente.

Palavras-chave:
porco; anastomose; bexiga; neoplasia; ureter

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br