Desempenho produtivo e características de carcaça de cordeiros Rabo Largo puro e cruzados com Santa Inês

Performance and carcass traits of Rabo Largo lambs and crossbreeding with Santa Inês

A.V. Landim H.H.A. Costa F.C. Carvalho A.C. Costa R.T. Alencar L.N.C. Silva J.S. Gomes A.S.M. Batista E.S. Miyagi L.D. Lima Sobre os autores

RESUMO

Objetivou-se avaliar o efeito do cruzamento entre ovinos nativos no desempenho e características da carcaça. Foram utilizados vinte cordeiros, machos, inteiros, com idade inicial de quatro meses, e peso médio inicial 19,0±5,11, distribuídos em dois grupos genéticos: Rabo Largo (RL) e Santa Inês x Rabo Largo (F1SI x RL), em um delineamento inteiramente ao acaso. Os animais foram terminados em regime de confinamento durante 70 dias. Os cordeiros F1SI x RL apresentaram maiores pesos ao desmame, ao abate, do corpo vazio, das carcaças quente e fria, e maior rendimento biológico. Verificaram maiores valores para os parâmetros de morfometria da carcaça para animais F1SI x RL comparados aos animais Rabo Largo (P<0,05). Os pesos da hemi-carcaça e dos cortes comerciais foram superiores para cordeiros F1SI x RL. Nas medidas obtidas no músculo Longissimus dorsi, os cordeiros Rabo Largo apresentaram valores superiores para espessura de gordura subcutânea. A utilização da raça Santa Inês como base paterna acarreta em melhorias nas características de carcaça de cordeiros Rabo Largo podendo ser indicado em sistemas de produção de carne ovina.

Palavras-chave:
ovinos; cruzamento; naturalizados; rendimento de carcaça

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br