Efeito da base genética materna e da estação de parição sobre variáveis produtivas de fêmeas primíparas Holandês x Zebu

Effect of the maternal genetic basis and of the calving season on productive variables of primiparous Holstein x Zebu cows

J.R.M. Ruas B.C. Carvalho J.M. Silva Filho M.A. Silva M. S. Palhares F. Z. Brandão Sobre os autores

Avaliaram-se variáveis produtivas de 78 fêmeas primíparas mestiças de base genética materna Gir ou Guzerá, paridas na estação seca ou chuvosa, utilizando-se o procedimento GLM do SAS. A estação de parição interferiu (P<0,05) no peso ao parto (PP), no escore da condição corporal ao parto (ECCP), no ganho de peso durante a gestação, no período de serviço (PS) e no intervalo de partos (IDP). O PP e ECCP foram maiores (P<0,05) nas primíparas que pariram na estação seca em relação às que pariram na estação chuvosa. Os valores foram de 475,19±39,81kg, 4,07±0,44 e 420,67±37,80kg e 3,62±0,37, respectivamente, para a estação seca e chuvosa. O PS e o IDP foram menores (P<0,05) entre as vacas que pariram na estação seca, 132,02±91,94 dias e 13,90±3,06 meses, em relação às paridas na estação chuvosa, 190,07±77,27 dias e 15,84±2,58 meses. As fêmeas de base genética Gir apresentaram melhor desempenho (P<0,05) que as de base genética Guzerá para as características produção de leite, duração da lactação e produção de leite por dia de intervalo de partos, cujos valores, nessa ordem, foram de 2276,15±656,47kg, 306,08±46,55 dias, 5,06±1,38kg/dia para as fêmeas de base Gir e de 1733,74±678,41kg, 265,62±67,11 dias, 4,37±1,68kg/dia para as de base Guzerá.

gado leiteiro; Hostein x Zebu; produção de leite; eficiência reprodutiva; base genética; estação de parição


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br