Inoculação de proteína isolada de soja em ovos embrionados oriundos de matrizes semipesadas com diferentes idades

Isolated soy protein inoculation in embryonated eggs of semi heavy from matrices with different ages

J.L. Damasceno F.G.G. Cruz R.D. Melo J.C. Feijó J.P.F. Rufino F.M. Valentim J.P.C. Oliveira Sobre os autores

RESUMO

Este estudo objetivou avaliar os efeitos da inoculação de proteína isolada de soja (P.I.S.) em ovos embrionados de matrizes semipesadas com diferentes idades. Foram utilizados 320 ovos embrionados de matrizes semipesadas da linhagem Rhode Island Red com 35 e 70 semanas de idade. Ao 17º dia de incubação, os ovos foram inoculados com 0,5mL de solução diretamente na cavidade alantoide. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso, em esquema fatorial (2 x 4), constituído por dois fatores: idades das matrizes (matrizes jovens e matrizes velhas) e soluções inoculadas (ovo íntegro; 0,5% de solução salina; 1% de P.I.S. + 0,5% de solução salina; e 2% de P.I.S. + 0,5% de solução salina), totalizando oito tratamentos contendo 40 ovos cada. Os dados coletados foram analisados pelo teste de Tukey a 5% de significância. A inoculação de proteína isolada de soja apresentou efeito positivo sobre a relação pinto-ovo, porém sem proporcionar melhora nos rendimentos de incubação, no desenvolvimento dos órgãos e no desempenho de pintos na fase pré-inicial. A idade da matriz influenciou diretamente as variáveis avaliadas, em que ovos oriundos de aves velhas apresentaram maior peso, maior mortalidade embrionária na fase tardia, pintos mais pesados e pior conversão alimentar.

Palavras-chave:
desempenho de pintos; eclodibilidade; mortalidade embrionária; nutrição in ovo

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br