Atividade acaricida das folhas de Morus nigra em carrapato Rhipicephalus microplus

A.C.S. Dantas D.P. Freire G.R. Souza J.R.G.S. Almeida L.A. Rolim R.N. Castro M.C. Horta Sobre os autores

RESUMO

A atividade acaricida do extrato etanólico bruto e das frações das folhas de Morus nigra (Moraceae) foi avaliada no carrapato Rhipicephalus microplus, utilizando-se o teste de imersão de fêmeas ingurgitadas. Foram avaliadas a mortalidade e a fertilidade das fêmeas ingurgitadas, expostas a diferentes concentrações (5, 10 e 25 mg/mL) das frações hexânica, clorofórmica e acetato de etila, bem como do extrato etanólico. Os testes foram realizados em triplicata. O estudo também identificou os principais compostos fenólicos do extrato e das frações dessa espécie por HPLC. A fração clorofórmica das folhas de M. nigra (25mg/mL) apresentou o melhor resultado para essa espécie, obtendo-se 62,6% de inibição da oviposição, 39,3% da eclosão dos ovos e 65,4% de eficácia. A análise por HPLC revelou a presença de compostos fenólicos, os quais podem estar relacionados com a atividade biológica demonstrada pelos extratos, que podem ser utilizados como auxiliar no controle contra carrapato adulto de R. microplus.

Palavras-chave:
controle de carrapatos; acaricida; extrato de planta; amora miúra; HPLC

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br