Curvas de lactação de vacas F1 Holandês-Gir ajustadas pela função gama incompleta

Lactation curves adjusted by incomplete gamma function for crossbred F1 Holstein-Gyr cows

Estudaram-se o padrão das curvas de lactação de 5.368 vacas F1 Holandês-Gir pelo modelo gama incompleto e os efeitos da ordem de lactação e época de parição sobre os parâmetros da função e sobre a produção inicial (PI), produção no pico de lactação (PP), tempo ao pico de lactação (TP), persistência (PER) e produção total de leite estimada na lactação (PLTLE). As curvas de lactação apresentaram-se curvilíneas com queda da produção a partir do início da lactação. A diferença entre a produção de multíparas e primíparas foi de 48,9%, favorável às primeiras. As multíparas apresentaram maior queda na produção no primeiro mês de lactação e maior persistência, enquanto as primíparas apresentaram fortes quedas ao longo de toda lactação e menor persistência. A diferença da produção de leite entre lactações iniciadas na época seca e das águas foi de 1,6%, favorável à primeira. Os resultados para produção relativa mensal, queda percentual na produção referente ao mês anterior e queda percentual na produção referente ao primeiro mês de lactação indicam poucas diferenças no formato das curvas de lactação para vacas paridas nas épocas da seca e das águas. Baixos valores de R² encontrados indicam que a função não produziu bom ajuste para a curva de lactação de vacas desse grupo genético.

curva de lactação; Holandês-Gir; função gama incompleta; ordem de lactação; época de parição


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br