Cistoadenocarcinoma simulando hemangiossarcoma de glândula salivar em cão: relato de caso

C.O. Gamba K.A. Damasceno C.B. Campos E. Ferreira G.D. Cassali Sobre os autores

O cistoadenocarcinoma é considerado uma variante do adenocarcinoma de rara ocorrência em animais. Este trabalho relata um caso de cadela Poodle de oito anos, portadora de cistoadenocarcinoma de glândula salivar com características morfológicas semelhantes a de hemangiossarcoma. Na análise histopatológica observou-se uma massa tumoral com formações císticas contendo grande quantidade de hemácias. Para a diferenciação entre as duas entidades realizou-se coloração pelo ácido periódico de Schiff (PAS) e análise imuno-histoquímica com a utilização de anticorpos para citoqueratina AE1/AE3 (CK) e CD31. As células neoplásicas apresentaram-se PAS negativas, CK positivas e CD31 negativas demonstrando a origem epitelial. Com base nos achados firmou-se o diagnóstico de cistoadenocarcinoma de alto grau.

cadela; glândula salivar; CD31; células neoplásicas


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br