[Estresse metabólico e características reprodutivas em cabras pós-parto suplementadas por longo período com mamona desintoxicada como fonte de nitrogênio na dieta]

L.M. Silva C.H.A. Oliveira A.M. Silva A.R. Montenegro C.C.L. Fernandes C.M.G. Silva R. Rossetto D. Rondina Sobre os autores

RESUMO

Este estudo avaliou o efeito da torta de mamona desintoxicada na reprodução, no estresse metabólico, na produção de leite e no desenvolvimento de cabritos no periparto de cabras. Um grupo foi alimentado com torta de mamona (DCM, n=20), e o outro (WDCM, n=21) não recebeu tal suplemento , durante a gestação até o desmame, 60 dias pós-parto. Não foram observadas diferenças significativas no período de gestação, no número de cabritos, na taxa de partos múltiplos e na mortalidade entre os dois grupos. Em todos os animais, a concentração plasmática de progesterona ficou abaixo de 1ng/mL, confirmando a ausência de atividade lútea. A espessura da gordura subcutânea do esterno e da área de olho-de-lombo, a concentração de ureia e colesterol, a produção de leite e o ganho de peso dos cabritos foram menores no grupo DCM (P<0,05). Conclui-se que o uso de torta de mamona desintoxicada no periparto de cabra resultou em cabritos mais leves devido à redução na produção de leite das matrizes e as cabras não retornaram ao cio, pois não recuperaram a massa corporal.

Palavras-chave:
Ricinus communis L; pós-parto; lactação; cabritos; progesterona

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br