Perfil bioquímico sérico de equinos clinicamente sadios da raça Campeiro

Serum biochemical profile from clinically healthy Campeiro horses

A.F. Souza J. Schade J.R. Kunz A.F. Ramos M.S.M. Albuquerque G.V. Fonteque D. Costa M.E. Saito J.H. Fonteque Sobre os autores

RESUMO

Amostras de sangue foram obtidas de 138 equinos registrados da raça Campeiro, com idade média de 9,7±5,4 anos, sendo 14 machos (10,15%) e 124 fêmeas (89,85%). Observaram-se valores médios da atividade sérica de GGT: 13,73±4,08 U/L; AST: 246,34±72,87U/L; ALT: 5,13±1,18U/L; FA: 284,32±53,33UI/L; CK: 132,54±72,25U/L; LDH: 511,38±143,65U/L; e das concentrações séricas de ureia: 38,65±12,62mg/dL e de creatinina: 1,24±0,24mg/dL. Os valores médios de AST, FA, ALT, ureia e creatinina foram semelhantes aos propostos na literatura para outras raças. Os valores de CK, GGT e LDH foram superiores aos comumente utilizados como referências. Não houve diferença nas concentrações de nenhum dos componentes séricos avaliados nas diferentes idades analisadas. Maiores valores médios nas concentrações de ureia e menores de creatinina foram observados nas fêmeas em relação aos machos, assim como a maior atividade sérica de FA em fêmeas gestantes em relação às éguas vazias. O perfil bioquímico sérico de equinos sadios da raça Campeiro apresenta variações peculiares que devem ser levadas em consideração na interpretação de exames laboratoriais.

Palavras-chave:
equino; Campeiro; análises clínicas; bioquímica sérica; enzimas

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br