Desempenho produtivo de bovinos de diferentes grupos raciais, castrados e não-castrados, em fase de terminação

Productive performance of castrated or non-castrated bovines of different breeds at finishing phase

A. Vittori A. Gesualdi Júnior A.C. Queiroz F.D. Resende G.F. Alleoni A.G. Razook L.A. Figueiredo Sobre os autores

Utilizaram-se 86 bovinos, castrados e não-castrados, com peso médio de 329kg e 20 meses de idade, sendo 12 Gir, 20 Guzerá, 20 Nelore e 20 Caracu - todos selecionados para peso aos 378 dias de idade (P378) - e 14 Nelore controle-selecionados com base no diferencial de seleção nulo para P378. A dieta, usada na relação volumoso:concentrado de 60:40 na matéria seca (MS), continha 14,8% de proteína bruta na MS e silagem de milho. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 5 x 2 (grupos genético e classe sexual). Os ganhos médios diários de 1,51kg para Nelore seleção e 1,53kg para Guzerá foram semelhantes e maiores que os dos demais grupos genéticos, os quais não diferiram entre si. Não houve diferenças de ganho entre animais castrados e não-castrados. O consumo de MS em kg/dia foi maior para Nelore, Guzerá e Caracu selecionados (10,30; 10,04 e 10,71kg/dia, respectivamente), e os valores para os demais foram semelhantes entre si. A eficiência bionutricional foi pior para a raça Caracu (2,13) e melhor para Nelore controle (1,58). Os animais Caracu precisaram de maior tempo em confinamento (133 dias) para atingir 4mm de espessura de gordura subcutânea, sendo os valores para as demais raças próximos entre si.

bovino; confinamento; eficiência bionutricional


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br