Prevalência de tuberculose bovina na região Aksu de Xinjiang, China, entre 1985 e 2016

Y.H. Liu Q. Kang B. Yang F. Li X.Q. Li L. Zhang L. Zhao Sobre os autores

RESUMO

Prevalência de infecção por tuberculose bovina em gado na prefeitura de Aksu determinada por teste cutâneo tuberculínico (TST) entre 1985 e 2016 foi avaliada. O gado foi analisado de acordo com região, padrão alimentar, rebanho e idade. Um total de 890009 animais foram testados, com prevalência de 0,13% de tuberculose bovina (1172/890009). Diferença estatisticamente significativa foi encontrada em padrão alimentar e rebanhos. Prevalência em vacas (0,19%, 615/327022) foi mais alta que em bois (P< 0,01, OR= 1,903, 95% CI = 1,696 a 2,134). Diferenças significativas (P< 0,01; OR= 2,238, 95%; CI= 1,937 a 2,585) foram evidentes em taxas para tuberculose bovina em casas de camponeses (0,12%, 942/802343) e grupos de fazendeiros (0,26%, 230/87666). A prevalência de bTB caiu na prefeitura Aksu, a taxa positiva se encontrava abaixo de 0.1% a partir de 2010. Conclui-se que as medidas de controle para tuberculose bovina na região de Aksu foram eficazes.

Palavras-chave:
prevalência; tuberculose bovina; aksu

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br