Estratégia de coalimentação na sobrevivência e no crescimento de larvas de Betta splendens durante a transição alimentar

Co-feeding strategy on survival and growth of Betta splendens larvae during weaning

Conduziu-se um experimento com o objetivo de avaliar a influência do período de coalimentação na sobrevivência e no crescimento de larvas de Betta splendens. As larvas foram alimentadas com náuplios de Artemia durante sete dias e, posteriormente, submetidas aos seguintes tratamentos: jejum contínuo; ração contínua; quatro dias de coalimentação + 14 dias de ração; oito dias de coalimentação + 10 dias de ração; 12 dias de coalimentação + seis dias de ração; náuplios de Artemia durante todo o período experimental. Os valores das variáveis de desempenho das larvas do tratamento 12 dias de coalimentação + seis dias de ração e do tratamento náuplios de Artemia foram superiores aos demais tratamentos, exceto para sobrevivência, em que não houve diferença significativa com o tratamento oito dias de coalimentação + 10 dias de ração. Considerando-se apenas o tempo de oferta de Artemia (em dias), obteve-se a equação de regressão para as variáveis analisadas. A sobrevivência e a taxa de crescimento específico (TCE) apresentaram efeito quadrático, e as demais variáveis apresentaram efeito linear. O ponto de máxima para sobrevivência foi de 21,7 dias (88,92%) e para TCE foi de 26,2 dias (23,47% dia-1). O período de co-feeding influencia no crescimento e na sobrevivência de larvas de Betta splendens. Após o período de 19 dias de oferta de alimento vivo, com 12 dias de coalimentação, as larvas estão aptas a aproveitar de maneira eficiente o alimento inerte sem prejuízos ao crescimento e à sobrevivência.

peixes ornamentais; Betta splendens; larvicultura de peixes; coalimentação; transição alimentar


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br