Parâmetros de desempenho e carcaça de genótipos de frangos tipo caipira

Performance parameters and carcass of genotypes from alternative strains of broiler chickens

R.C. Veloso A.V. Pires R.A. Torres Filho S.R.F. Pinheiro L.K. WinKelstroter D.C. Alcântara C.C.D.C.S. Cruz Sobre os autores

Objetivou-se com este trabalho avaliar as características de desempenho e de carcaça de sete genótipos de frangos tipo caipira da linhagem Redbro. Foram utilizados 840 pintos de um dia, machos, distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso, dos seguintes genótipos: Caboclo, Carijó, Colorpak, Gigante Negro, Pesadão Vermelho, Pescoço Pelado e Tricolor. Os frangos foram alojados em 28 boxes, sendo 30 frangos por boxe, em galpão de alvenaria com acesso a um piquete de 45m², em quatro repetições. As características de desempenho (conversão alimentar, ganho em peso médio diário, consumo de ração médio diário) foram avaliadas nos períodos: um a 28, um a 56, um a 70 e um a 84 dias de idade. O peso corporal foi avaliado aos 28, 56, 70 e 84 dias de idade. As características de carcaça (peso e rendimento de carcaça, peito e pernas) foram obtidas a partir do abate de dois frangos por boxe, aos 85 dias de idade. As análises estatísticas foram realizadas utilizando-se o "proc glm" do SAS. Verificou-se que, em todos os períodos, os frangos do genótipo Colorpak apresentaram maior peso corporal, consumo de ração médio diário, ganho em peso médio diário e melhor conversão alimentar. Entretanto, os genótipos Caboclo e Gigante Negro apresentaram menores consumo de ração médio diário, ganho de peso médio diário e pior conversão alimentar. Quanto ao rendimento de cortes, observou-se que os genótipos Caboclo e Gigante Negro apresentaram os menores valores, e o Carijó, Colorpak, Pesadão Vermelho, Pescoço Pelado e Tricolor obtiveram os melhores rendimentos de pernas. Para o rendimento de peito, o Carijó e o Pesadão Vermelho obtiveram os maiores valores. A escolha do genótipo deve ser feita de acordo com o interesse do mercado, pois há diferenças no desempenho e no rendimento de carcaça e dos cortes.

frango colonial; consumo de ração; conversão alimentar; ganho de peso


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br