Estudo anatômico do plexo lombossacral de Tamandua tetradactyla

Anatomical study of the lumbosacral plexus of the Tamandua tetradactyla

J.R. Cardoso P.R. Souza V.S. Cruz E.J. Benetti M.S. Brito e Silva P.C. Moreira A.A.L. Cardoso A.K. Martins T. Abreu K. Simões F.R. Guimarães Sobre os autores

O tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) é um xenartro da família Myrmecophagidae, encontrado da Venezuela ao sul do Brasil. Estudos apontam que essa é uma das espécies de animais selvagens mais vitimadas em número de atropelamentos, e, muitas vezes, o atendimento clínico adequado aos indivíduos feridos é dificultado pela carência de informações acerca dos mesmos. Visando contribuir com o conhecimento dessa espécie, este estudo teve como objetivo descrever seu plexo lombossacral. Para tanto, foram utilizados quatro cadáveres de Tamandua tetradactyla adultos e de ambos os sexos. O plexo lombossacral dessa espécie é formado pelos ramos ventrais dos nervos espinhais T18, L1, L2, L3, S1, S2, S3, S4, S5. Os nervos integrantes do plexo lombossacral do T. tetradactyla com suas formações mais frequentes foram os seguintes: genitofemoral (T18), cutâneo femoral lateral (T18-L1), femoral (T18, L1-L3), obturador (T18, L1-L3), glúteo cranial (L3-S1), isquiático (L3-S3), pudendo (S3-S4 ou S4-S5), retal caudal (S4 ou S5) e cutâneo femoral caudal (S4-S5). O plexo lombar e sacral dessa espécie é unido, sendo L3 o ponto de união entre eles. Devido ao pequeno número de vértebras lombares, a composição dos nervos do plexo lombossacral do T. tetradactyla apresenta características peculiares que se diferem das características das demais espécies já estudadas, quais sejam, a ausência dos nervos ílio-hipogástrico e ilioinguinal e participação de nervos torácicos na composição dos nervos do plexo lombar, presença de contribuição sacral na composição do nervo obturador e ausência de contribuição lombar na composição do nervo isquiático e um limite mais caudal na extensão do plexo sacral.

tamanduá-mirim; sistema nervoso; inervação do membro pélvico, Xenarthra


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br