Accessibility / Report Error

Morfologia do estômago e do duodeno da paca (Cuniculus paca Linnaeus, 1766)

Morphology of the stomach and duodenum of paca (Cuniculus paca Linnaeus, 1766)

Considerando a importância da paca (Cuniculus paca, Linnaeus, 1766), tanto como fonte proteica alternativa para a população quanto pela possibilidade de vir a se tornar um animal de experimentação e pela falta de informações sobre a sua anatomia, objetivou-se descrever a morfologia macroscópica e histológica do estômago e do duodeno desse roedor, reconhecendo as relações, forma e posição que esses órgãos estabelecem entre si e com outros órgãos. O estômago da paca é unicavitário, está no plano médio mais voltado para o antímero esquerdo, transversalmente, na região hipocôndrica em posição ventrocaudal, interposto entre o esôfago e o duodeno. O duodeno da paca se inicia em sequência ao estômago, segue caudalmente até o nível da quinta ou sexta vértebra lombar, na altura das quais se curva e toma direção cranial, dirigindo-se até o nível da transição entre a última vértebra torácica e a primeira vértebra lombar, onde se continua como jejuno. Histologicamente, o estômago e o duodeno da paca possuem o padrão característico da arquitetura dos órgãos ocos, apresentando as seguintes túnicas: mucosa, submucosa, muscular e serosa. Da forma que se conduziu este estudo, conclui-se que o estômago e duodeno da paca, de forma geral, possuem características morfológicas macroscópicas e histológicas semelhantes às dos animais domésticos e de outros roedores selvagens.

anatomia; roedor; selvagem


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@gmail.com