[Melanoma cutâneo metastático em um tigre-siberiano (Panthera tigris altaica) - relato de caso]

C. Eckstein H.P. Tinoco C.M. Coelho P.A. Lima C.E.V. Rocha R.L. Santos Sobre os autores

RESUMO

Um tigre-siberiano (Panthera tigris altaica) de cativeiro, macho, de 15 anos de idade, apresentou hipermetria dos membros pélvicos nos últimos 10 anos, e recentemente, foi observado um nódulo preto e ulcerado caudalmente à orelha direita. O animal foi submetido à cirurgia para remoção do nódulo e morreu durante a recuperação anestésica. À necropsia, outro nódulo infiltrativo, foi detectado caudalmente a orelha direita. Histologicamente, ambos os nódulos correspondiam à neoplasia melanocítica, com células variando de fortemente pigmentadas a amelanóticas, com metástase para linfonodos mediastinais, baço e pulmão. Havia lipofucsinose e corpora amilácea no sistema nervoso central. Os achados macroscópicos e histológicos confirmam o diagnóstico de melanoma cutâneo metastático em um tigre-siberiano adulto de cativeiro.

Palavras-chave:
neoplasia melanocítica; animais silvestres; melanoma cutâneo; felinos de cativeiro

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br