Atividade lipolítica do leite com células somáticas ajustadas para diferentes níveis

Lipolytic activity of milk with different somatic cells levels

M.V. Santos C.A.F. Oliveira L.F.B. Augusto A.A. Aquino Sobre os autores

Estimou-se a origem da atividade lipolítica do leite com contagens de células somáticas (CCS) ajustadas para diferentes níveis. A partir de lotes de leite cru com baixa (100.000 cel/ml) e alta (1.000.000 cel/ml) CCS, formaram-se três tratamentos: A) leite com baixa CCS; B) leite com alta CCS; C) leite originalmente com baixa CCS e com adição de células somáticas. O leite foi submetido à pasteurização e armazenado por 21 dias sob refrigeração a 6ºC. Durante o período de armazenamento, foram coletadas amostras nos dias 1, 7, 14 e 21 para avaliação da concentração de ácidos graxos livres (AGL). Não foi observado efeito de tratamento sobre a concentração de AGL, durante todo o período de armazenamento e nem em cada dia de coleta isoladamente, cujas médias de AGL, após 21 dias, foram de 0,181; 0,159 e 0,153meq/kg, respectivamente, para os tratamentos A, B e C. Observou-se efeito do tempo de armazenamento sobre a concentração de AGL do leite, independentemente dos tratamentos, com teores de AGL de 0,121meq/kg para o dia 1 e de 0,219 para o dia 21. Pode-se concluir que, independentemente da contagem de células somáticas do leite cru, ocorre aumento da lipólise do leite pasteurizado durante o período de armazenamento. A adição de células somáticas ao leite, originalmente com baixa CCS, não aumentou a taxa de lipólise durante o armazenamento refrigerado.

leite; células somáticas; atividade enzimática; lipase


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br