Caracterização genotípica dos isolados de Escherichia coli provenientes de frangos de corte

Genotypically characterization of Escherichia coli isolates from poultry

I.M.M. Silva J. Evêncio-Neto R.M. Silva N. Lucena-Silva J. Magalhães M. Baliza Sobre os autores

Caracterizaram-se genotipicamente os isolados de Escherichia coli oriundos de fígado de frangos provenientes de dois matadouros avícolas. Foram coletadas 62 amostras de fígados de frangos, sendo 30 macroscopicamente inalterados e 32 com alteração macroscópica e que originaram no descarte da carcaça. Isolaram-se 30 cepas de Escherichia coli pelo método clássico, sendo 21 isoladas de fígados inalterados e nove provenientes de carcaças rejeitadas. Utilizou-se a reação em cadeia de polimerase para verificação de genes de virulência de E. coli, incluindo o gene de resistência sérica (iss) para identificação de E. coli patogênica para aves, o gene para Shiga cytotoxin 1 e 2 (stx) para identificação de E. coli enteroemorrágica, o gene bfpA para identificação de E. coli enteropatogênica e os genes para toxinas LT-I (elt) e ST-I (stI) para identificação de E. coli enterotoxigênica. Identificou-se iss em 83,3% (25/30) dos isolados, sendo 76,2% (16/21) provenientes de fígados de animais hígidos, e detectou-se stx em 13,3% (4/30). Os genes stx e iss foram identificados em três fígados, caracterizando infecção mista. Os genes não foram observados em um isolado de E. coli pelo método clássico. Faz-se necessária a utilização de tecnologias para identificação e prevenção de Escherichia coli nos aviários e matadouros avícolas.

frango; Escherichia coli; caracterização genética


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br