Efeito de antibiótico e probióticos sobre o desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte

Effect of antibiotic and probiotic on the performance and carcass yield of broilers

G.S.S. Corrêa A.V.C. Gomes A.B. Corrêa A.S. Salles E.S. Mattos Sobre os autores

Foram utilizados 3.000 pintos de corte em delineamento inteiramente ao acaso com cinco repetições de 150 aves por unidade experimental para avaliar o efeito de promotores de crescimento sobre o consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar de frangos de corte. As dietas experimentais foram: 1- dieta inicial (20,2% de proteína bruta e 2931kcal de energia metabolizável) de 1 a 20 dias de idade (DI) e dieta final (18,5% de proteína bruta e 2993kcal de energia metabolizável) de 21 a 40 dias de idade (DF); 2- DI mais 0,02% do probiótico Calsporin 10 para a fase inicial e DF mais 0,02% do probiótico Calsporin 10 para a fase final; 3- DI mais 2,0% de probiótico Estibion aves na fase inicial e DF mais 0,63% do probiótico Estibion aves para a fase final; 4- DI mais 0,013% do antibiótico bacitracina de zinco para a fase inicial e DF mais 0,013% do antibiótico bacitracina de zinco para a fase final. Na fase inicial os frangos alimentados com dietas contendo probióticos consumiram menos ração e tiveram melhor conversão alimentar. Os promotores de crescimento não tiveram efeito sobre as variáveis estudadas na fase final e no período total de criação. Observou-se maior peso de coxa para machos alimentados com dietas contendo o poliprobiótico.

frango de corte; antibiótico; carcaça; desempenho; probióticos; rendimento


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br