Ácaros de pena (Acari: Astigmata) de Psittaciformes de cativeiro do Brasil

D.M. Pereira F.A. Hernandes A.C.G. Santos R.M.S. Nogueira Sobre os autores

RESUMO

As amostras de penas foram obtidas das seguintes aves da ordem Psittaciformes: Amazona amazonica, Amazona aestiva, Aratinga jandaya, Brotogeris spp., Ara ararauna e Ara chloropterus, totalizando 37 aves, alojadas no Centro de Triagem de Animais Silvestres do Maranhão, São Luís, Brasil. Colheram-se quatro penas de cada uma das regiões: cabeça, dorso, asas, ventre/peito, coxas e cauda/crisso. Verificou-se a presença de ácaros em 17 aves (45,94%). Foram identificados ácaros Astigmata, pertencentes aos gêneros Fainalges (Xolalgidae), Chiasmalges (Psoroptoididae) e Tanyaralichus (Pterolichidae), sendo o maior coeficiente de dominância correspondente ao ácaro Fainalges sp. (CD= 96,29). Chiasmalges sp. foi obtido apenas de Ara chloropterus, e Tanyaralichus foi encontrado em A. amazônica. O gênero Fainalges foi obtido de todas as espécies de Psittaciformes estudadas, exceto em A. ararauna. Na avaliação da densidade de ácaros por região do corpo, verificou-se diferença estatística entre regiões dorsal e asas (P= 0,041), dorsal e coxas (P= 0,02), asas e caudal (P=0,002), ventral e caudal (P= 0,031) e coxas e caudal (P= 0,001). Variações morfológicas observadas em Fainalges spp., sugerem a existência de três espécies provavelmente ainda não descritas. Este é o primeiro registro do gênero Tanyaralichus no Brasil.

Palavras-chave:
aves; acari; cativeiro

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br