Regressão luteal e dinâmica folicular após luteólise natural ou induzida por cloprostenol em vacas da raça Gir

Luteal regression and follicular dynamic after spontaneous or cloprostenol induced luteolysis in Gir cattle

A regressão luteal e a dinâmica folicular foram avaliadas durante o período de regressão luteal natural (n=14) ou após a indução artificial da luteólise pela aplicação de 500 g de cloprostenol (n=13), utilizando-se um aparelho portátil de ultra-som. Após a indução da luteólise foi detectada maior taxa de regressão luteal em 24 (0,89± 0,13×0,24± 0,17cm²/dia; P<0,05) e 48 horas (0,78±0,15×0,36±0,07cm²/dia P<0,05), porém a redução na concentração de progesterona foi semelhante (P>0,05). Não houve diferença (P>0,05) nas características da dinâmica folicular entre os dois grupos. No momento da luteólise, quando havia um folículo dominante funcional, observou-se redução na duração do crescimento folicular (3,71±0,56×5,26±0,34 dias; P<0,05) e no intervalo luteólise-estro (85,71±14,68×121,33±8,34 horas; P<0,05). Os resultados demonstram que a regressão funcional do corpo lúteo e a dinâmica folicular são semelhantes após a luteólise natural ou induzida em vacas da raça Gir, e que o fator determinante no intervalo luteólise-estro é o estádio fisiológico dos folículos presentes.

Bovino; Gir; dinâmica folicular; luteólise


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br