Acidente por mordida de cascavel (Crotalus durissus terrificus) em cães na Argentina

Descreve-se a sintomatología e o tratamento de dois cães picados por cascavel da America do Sul (Crotalus durissus terrificus) na Argentina. Sinais neurológicos foram evidentes poucos minutos após o acidente, incluindo anestesia local, ataxia do membro afetado e fascia neurotóxica. As enzimas aminotransferase da alanina, aminotransferase do aspartato, quinase da creatinina, desidrogenase de lactato e o cálcio foram determinados para analisar dano muscular. Falha renal não foi observada, mas algunas alterações foram detectadas na urina, incluindo densidade baixa, sedimento com grumos granulares e células pequenas redondas. Biópsias de músculo foram obtidas de ambas as pernas para histopatología, revelando edema e fibras necróticas isoladas. Ambos os cães receberam tratamento quatro horas após o acidente, pela via intravenosa. A antitoxina foi administrada diluída em 250ml de solução Ringer lactato na dose capaz de neutralizar 8mg de toxina. Dexametasona foi aplicada antes de administrar a antitoxina. A evolução clínica foi boa e ambos os pacientes estavam com boa saúde no segundo dia após o acidente.

Cão; cascavel; Crotalus durissus terrificus; acidente


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br