Taxa de gestação em cabras Alpinas e Saanen tratadas com hCG no terceiro dia após o estro

Pregnancy rate and progesterone concentration of Alpine and Saanen goats treated with hCG the third day after estrus

C.P. Prosperi C.A.A. Torres J.D. Guimarães J.H. Bruschi P.A.G. Leite V.V. Maffili Sobre os autores

Avaliou-se o efeito da aplicação da gonadotrofina coriônica humana (hCG) sobre a taxa e duração da gestação e sobre a concentração plasmática de progesterona (P4) em cabras lactantes das raças Alpina (83) e Saanen (60), na estação de acasalamento induzida pelo programa de fotoperíodo artificial. Os animais foram distribuídos em dois tratamentos após a cobrição; as cabras do tratamento 1 (T1 controle) receberam solução salina via intramuscular (1ml), e as do tratamento 2 (T2) receberam 250UI do hCG, no terceiro dia no pós-estro. As taxas de gestação, detectadas por exame ultra-sonográfico, realizado no 35º após a cobrição, para as cabras das raças Alpina e Saanen controle e tratadas, foram de 80,4; 70,3; 72,7; 81,5%, respectivamente, não diferindo entre os tratamentos e entre as raças (P>0,05). A taxa média de gestação foi 77,2 e 75,0% para os animais controle e tratados, respectivamente. A duração da gestação não foi influenciada pelos tratamentos (P>0,05). As amostras de sangue para análise da concentração plasmática de progesterona (P4) foram coletadas de cinco cabras Alpina por tratamento, no dia do estro (dia 0) e aos 3, 8, 15, 21, 42 e 60 dias após o estro. Não houve diferença na concentração plasmática média de P4 entre os tratamentos (P>0,05), sendo de 5,84ng/ml para T1 e 5,76ng/ml para T2. Observou-se diferença em relação aos dias de coleta (P<0,05). O hCG aplicado no terceiro dia pós-estro não alterou a taxa de gestação e nem a concentração de P4.

cabra; gestação; estro; hCG; progesterona


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br