Ganho compensatório no desempenho e eficiência econômica de novilhos Nelore submetidos a diferentes regimes alimentares

Compensatory gain in performance and economic efficiency of Nellore steers under different feeding regimes

Avaliaram-se o efeito do ganho compensatório no desempenho produtivo e a eficiência econômica de novilhos submetidos a diferentes estratégias de suplementação alimentar na fase de recria e engorda. Cinquenta e quatro bezerros, com peso médio inicial de 169,6±16,7kg, foram divididos em oito tratamentos, sendo cada tratamento uma estratégia de suplementação alimentar. No período da seca, os animais receberam suplemento proteico-energético-mineral (SP), com ingestão média diária de 0,1 ou 0,2% do peso vivo. No período das águas, os novilhos receberam SP com ingestão média diária de 0,5% do peso vivo ou suplementação mineral (SM). No período de terminação, os animais receberam SP com ingestão média diária de 1,4% do peso vivo ou foram confinados. Os animais que receberam SM não tiveram ganho compensatório. Animais que receberam SP nas águas (0,51±0,07kg/dia) tiveram ganho compensatório em relação ao período anterior e obtiveram ganho adicional diário de 123g quando comparados com SM (0,39±0,07kg/dia), entretanto não obtiveram ganho compensatório na fase de terminação. O efeito do ganho compensatório é muito pequeno ou até mesmo nulo no sistema de recria e engorda precoce com terminação em confinamento. A suplementação com menor ingestão de proteína, energia e mineral durante a primeira seca e águas, pós-desmame, da vida de novilhos pode ser compensada com o uso do confinamento na fase de terminação desses animais com resultados econômicos positivos.

bovino de corte; confinamento; pasto; rentabilidade; suplementação


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br