Lavado broncoalveolar (LBA) em antas (Tapirus terrestris) com Mycobacterium tuberculosis

J.S. Biava R.C. Gonçalves M.L. Javorouski M. Bonat O. Lacerda P.S. Murakami R.G.D.C. Vilani A.W. Biondo Sobre os autores

O presente trabalho descreve a técnica de lavado broncoalveolar (LBA) por endoscopia em antas (Tapirus terrestris) in vivo com sinais clínicos de tuberculose. A técnica foi realizada em duas antas, um macho e uma fêmea, provenientes do Zoológico de Curitiba, Paraná, Brasil, utilizando-se endoscópio flexível e sonda de polietileno, após a contenção química desses animais. Para o LBA, 60mL de solução fisiológica 0,9% foram infundidos com auxílio de cateter de polietileno, introduzido pelo canal de trabalho do endoscópio, e, aproximadamente, 15mL de LBA foram recuperados, acondicionados, analisados e submetidos à citocentrifugação. As lâminas foram coradas pelas técnicas de Papanicolau, ácido periódico de Schiff (PAS) e Ziehl- Neelsen, método que contém altas quantidades de células inflamatórias em microscopia (macrófagos 27,5%, linfócitos 0,5%, neutrófilos 67% e eosinófilos 5%). Amostras de LBA foram submetidas a cultura, baciloscopia e PCR e foram negativas em ambos os animais. Concluiu-se, baseado no presente trabalho, que técnica de lavado broncoalveolar é simples, não invasiva, funcional e rápida. Pode fornecer ao clínico importantes informações acerca do estado de funcionamento do aparelho respiratório in vivo.

antas; diagnóstico; endoscopia; tuberculose


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br