Efeito da pinealectomia, adrenalectomia, pinealectomia mais adrenalectomia sobre a quantificação de células espermatogênicas de ratos adultos

Os objetivos deste estudo foram avaliar os efeitos da pinealectomia, da adrenalectomia e da adrenalectomia mais pinealectomia na quantificação das células espermatogênicas de ratos. Assim, 32 ratos adultos Wistar com peso corporal médio de 331,7± 15,5g foram alocados em um dos seguintes tratamentos: (a) um grupo controle simulado, composto de nove animais; (b) dez animais pinealectomizados; (c) sete animais adrenalectomizados e (d) seis animais pinealectomizados+adrenalectomizados. Não foram encontradas diferenças significativas entre grupos para os seguintes parâmetros: pesos corporal, dos testículos, da próstata e das vesículas seminais, diâmetro dos túbulos seminíferos, número de células por corte transversal de túbulo seminífero (espermatócitos primários em paquíteno, espermátides arredondadas, células de Sertoli) e números de células espermáticas por célula de Sertoli (espermatócitos primários em paquíteno e espermátides arredondadas). Apesar do peso testicular não ter aumentado após a pinealectomia, houve aumento significativo (P<0,05) de aproximadamente 11,5% no número de espermátides arredondadas por célula de Sertoli (índice de célula de Sertoli), sugerindo que após curto intervalo a pinealectomia abole o efeito anti-gonádico da pineal sobre os testículos de ratos Wistar adultos.

Espermatogênese; pinealectomia; adrenalectomia; rato


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br