Parâmetros cardiopulmonares em cães anestesiados com propofol ou tiopental e induzidos à hipertensão pulmonar pela serotonina

P. C. Ferro Lopes N. Nunes D. P. Paula C. T. D. Nishimori J. V. Moro E. D. V. Conceição P. S. P. Santos Sobre os autores

RESUMO

Avaliaram-se as alterações cardiopulmonares em cães anestesiados com propofol ou tiopental induzidos à hipertensão pulmonar (HP). Vinte animais adultos foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: grupo propofol (PG) e grupo tiopental (TG). No PG, o propofol foi usado para indução (8(0,03mg.kg-1) e manutenção da anestesia (0,8mg.kg-1minuto-1), enquanto no TG foi empregado o tiopental (22(2,92mg.kg-1; 0,5mg.kg-1.minute-1, respectivamente). Em seguida, a ventilação mecânica ciclada a tempo foi iniciada. A HP foi induzida pela administração de serotonina (5HT) (10µg.kg-1e 1mg.kg-1.hour-1) por meio de cateter de termodiluição posicionado na artéria pulmonar. As mensurações tiveram início antes da administração da 5HT (T0), depois de 30 minutos (T30), seguida de intervalos de 15 minutos (T45, T60, T75 e T90). Diferenças entre os grupos não foram registradas para pressões sistólica (PAPs) e média (PAPm) da artéria pulmonar, pressão arterial média (PAM), índices da resistência periférica total (IRPT) e da resistência vascular pulmonar (IRVP). A PAPs e a PAPm aumentaram a partir de T30, no PG, e a partir de T75, no TG. No PG, a frequência cardíaca (FC) aumentou a partir de T30, no qual PG foi maior que TG. O IRPT diminuiu no T45, T60 e T90, no TG, e a partir de T30 no PG. No PG, no T0, IRVP foi menor que nos outros momentos. No PG, a pressão parcial de oxigênio no sangue arterial (PaO2) diminuiu a partir de T60, e a diferença de tensão entre o oxigênio alveolar e arterial (PA-aO2) aumentou no T60. No TG, no T0, a PaO2 foi maior que no T30, T45, T60 e T90, enquanto a PA-aO2 ,, no T0, foi menor que no T90. Entre T30 e T90, TG apresentou maior PaO2 e menor pressão parcial de dióxido de carbono no sangue arterial (PaCO2) quando comparado ao PG. No PG, a partir de T30, a PaCO2 aumentou. A anestesia com tiopental abrandou as mudanças cardiopulmonares resultantes da indução da HP pela serotonina, provavelmente devido à atenuação da vasoconstrição e broncoconstrição.

cão; anestesia intravenosa total; índice biespectral; monitoramento; serotonina


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br